Imagem da matéria: "Bitcoin tem mais investidores que a bolsa, tem algo errado”, diz secretário do governo brasileiro
(Foto: Shutterstock)

De olho no grande número de investidores brasileiros em bitcoin, o governo pretende diminuir a complexidade tributária para que mais cidadãos invistam em ações na bolsa. Para isso, a equipe econômica estuda um mecanismo para facilitar o acesso de pessoas físicas ao mercado.

Uma das medidas apontadas pelo secretário de política econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, seria simplificar o recolhimento de imposto, reportou o Valor Econômico.

Publicidade

Sachsida disse que o sistema de impostos neste setor financeiro ainda é muito complicado para o cidadão comum.

“Tem mais gente investindo em bitcoin do que em bolsa, então tem algo errado. Nossa leitura é que um dos entraves é que a pessoa se sente insegura por conta da complexidade do sistema. Não sei se você já investiu no mercado de ações, mas como se paga aquilo? É um negócio difícil para o cidadão comum fazer a conta de quanto ele deve pagar de imposto quando mexe com ações”, disse ele à reportagem.

O secretário também ressaltou que o objetivo não é desonerar, mas sim, simplificar, já que a carga tributária deve ser a mesma. “Estamos discutindo com a Receita”, disse.

No entanto, Sachsida não detalhou como isto será feito, mas o objetivo é que a base de investidores de pessoa física no mercado de ações evolua.

Competição de fintechs

O secretário também falou sobre medidas a serem tomadas para incentivar a competição no sistema bancário. Segundo ele, a equipe já tem uma agenda com projetos pró-mercado para apoiar inovações como as fintechs.

Publicidade

“Tem esse novo mercado de fintechs para desenvolver. Estamos com uma agenda de medidas pró-mercado. Não podemos ter uma legislação que impeça a inovação”, disse.

O avanço dos bancos digitais

O avanço das fintechs, como Nubank, Inter e Original, trouxe novas opções para os consumidores.

Os novos serviços oferecidos fez com que muita pessoas migrassem do sistema tradicional para o simplificado dessas instituições financeiras.
A mais recente fintech brasileira que recebeu autorização do Bacen para operar como banco foi a Creditas Sociedade de Crédito Direto S.A. em janeiro deste ano.


3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Equipamento de mineração com CPU em uma mesa de escritório com sinal luminoso do Bitcoin atrás

Dificuldade de mineração do Bitcoin bate recorde em último ajuste antes do halving

Recorde significa que mineradores estão correndo para garantir a recompensa de 6,25 BTC por bloco antes do halving
Baleia dourada envolto a moedas de bitcoin

Baleia adormecida por 14 anos movimenta R$ 17 milhões em Bitcoin

As transações dos 50 BTCs oriundos da recompensa de bloco em 2010 ocorreram nesta manhã de segunda-feira (15)
Casa à beira de rio no Butão

Governo de Butão vai intensificar mineração de Bitcoin no Himalaia com investimento de R$ 2,5 bi

O governo do país asiático vai apostar em hardwares de ponta para compensar os efeitos do halving do Bitcoin que acontece este mês
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

Produto da BlackRock fica atrás apenas dos ETFs que seguem o índice S&P 500 e o setor imobiliário dos EUA