Imagem da matéria: Bitcoin sofre "flash crash" e desaba para US$ 8,9 mil na BitMEX
Foto: Shutterstock

A exchange de criptomoedas BitMEX deu um susto em seus usuários ao registrar uma queda repentina do Bitcoin (BTC) para US$ 8.900 na noite de segunda-feira (18). O movimento, chamado de “flash crash”, ocorreu apenas na corretora, enquanto em outros lugares o valor do BTC se manteve em torno de US$ 67.400.

A queda teve início por volta das 19h40 (horário de Brasília) e em apenas dois minutos o Bitcoin saiu dos US$ 67 mil para menos de US$ 9 mil na corretora, o que seria o seu nível mais baixo desde o início de 2020.

Publicidade

Por outro lado, o susto durou pouco e cerca de dez minutos depois o BTC já estava de volta para o patamar de US$ 67 mil na BitMEX.

Alguns participantes do mercado avisaram no X/Twitter que a venda de BTC por baleias — como são chamados os investidores que possuem grandes quantidade de criptomoedas — desencadeou o movimento de queda. De acordo com o usuário @syq, alguém vendeu mais de 850 BTC (US$ 55,49 milhões) na BitMEX, reduzindo o par à vista XBT/USDT para US$ 8.900.

O índice BitMEX XBT rastreia o preço do Bitcoin, enquanto o par XBT/USDT representa o preço do Bitcoin na stablecoin Tether (USDT).

Enquanto o preço da criptomoeda no mercado à vista caiu, os mercados de derivativos de bilhões de dólares da BitMEX permaneceram estáveis. Após a queda, a exchange disse nas redes sociais que está analisando os grandes pedidos de venda.

Publicidade

“Lançamos uma investigação assim que vimos atividades incomuns em nosso mercado à vista BTC-USDT. Todos os nossos sistemas funcionavam normalmente, mas identificamos um comportamento de venda agressivo envolvendo um número muito pequeno de contas muito além das faixas de mercado esperadas. Não podemos comentar sobre qualquer comportamento específico de um usuário ou ações tomadas e continuamos investigando”, afirmou a BitMEX no X.

“A plataforma de negociação está operando normalmente e todos os fundos estão seguros”, acrescentou a empresa.

VOCÊ PODE GOSTAR
logo da solana em celular

São Paulo recebe Solana Build Station no Ibrawork

O ponto alto da última edição das Build Stations no Brasil será o prêmio concedido especialmente durante o Pitch Day, no dia 6 de abril
silhueta de homem com celular e logo da coinbase no fundo

Coinbase entra com recurso contra decisão em caso contra a SEC

Ao interpor o recurso, a Coinbase alega motivos substanciais para divergências de opinião, segundo disse o site The Block citando uma pessoa familiarizada com o caso
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

Polícia Civil de SP pede prisão de donos da Braiscompany e mais dois funcionários

Antônio Neto Ais já está preso na Argentina, enquanto Fabrícia Campos está em liberdade condicional
Imagem da matéria: Investidores de Solana perdem R$ 2,3 milhões após bot de Telegram ser invadido

Investidores de Solana perdem R$ 2,3 milhões após bot de Telegram ser invadido

O Solareum está encerrando suas atividades depois de sofrer uma aparente invasão que drenou carteiras de 300 usuários