Bitcoin sobe 5% um dia após Goldman Sachs não recomendar compra

Volume do mercado futuro de bitcoin bate novo recorde desde o crash de março
Foto: Shutterstock


O Bitcoin retomou o movimento de alta e superou os US$ 9.500 nesta quinta-feira (28). No Brasil, a criptomoeda é negociada acima dos R$ 50.000 novamente após ter chegado a R$ 47.321 na terça, mesmo com a queda do dólar, já cotado abaixo de R$ 5,40, que impulsiona o preço do BTC em Real para baixo.

Em dólar, o preço chegou a bater US$ 8.600 na segunda (25), após as notícias da semana passada de que Satoshi Nakamoto havia transferido parte de seus bitcoins minerados para outra conta. A teoria, contudo, não foi provada e tudo indica que ele não esteja envolvido com a movimentação, apesar dos bitcoins terem sido minerados em 2009.

Ainda assim, o Bitcoin não pareceu reagir bem ao boato e permaneceu abaixo dos US$ 9.000 até as primeiras horas da manhã de quarta-feira. Ontem, a moeda aumentou mais de US$ 250 para ultrapassar a marca de US$ 9.000 pela primeira vez em quase quatro dias. Agora, o ativo subiu cerca de US$ 600 nas últimas 24 horas.

O movimento de alta acontece um dia após o Goldman Sachs dizer que não recomenda investimento nem em bitcoin nem em ouro.

A lógica por trás da conclusão se deve ao cenário projetado da economia dos Estados Unidos. Para o Goldman Sachs, a crise atingiu o fundo do poço mas não se trata de uma depressão. Outro ponto relevante é descrença em uma futura inflação.

“As medidas de política fiscal e monetária foram projetadas para compensar os choques de demanda e de liquidez e não ser inflacionário”, diz o relatório enviado aos clientes.

“Acreditamos que um título cuja valorização depende principalmente de alguém estar disposto a pagar um preço mais alto por ele não é um investimento adequado para nossos clientes”. Por fim, o banco diz não acreditar que o dólar vai perder o seu valor.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br