Imagem da matéria: Bitcoin se aproxima de US$ 61 mil e Ethereum quebra novo recorde de preço
Foto: Shutterstock

O preço do bitcoin voltou a subir nesta manhã de sábado (10), superando os US$ 60 mil novamente e caminhando para romper uma nova máxima histórica. No Brasil, a criptomoeda é negociada acima dos R$ 340 mil.

O BTC fica agora menos de US$ 1000 de distância de superar sua máxima histórica de US$ 61.699, registrada em 12 de março. Em 2021 o bitcoin acumula valorização de 105%.

Publicidade

Em paralelo, a grande maioria das criptomoedas opera em forte alta hoje. O preço do Ethereum renovou seu recorde nesta manhã ao superar US$ 2.171. E sua capitalização de mercado, a segunda maior, é de cerca de US$ 250 bilhões, o que significa que o Ethereum representa um oitavo da capitalização total das criptomoedas, que agora é de US$ 2,07 trilhões.

A demanda por Ethereum está tão grande que as taxas de transação médias da Ethereum saltaram de US$ 13 para US$ 22 em um dia no início deste mês.

Binance Coin, ou BNB, subiu 12,45% nas últimas 24 horas para atingir uma nova máxima histórica de US$ 487. A criptomoeda subiu 41,62% na última semana.

O XRP também está se recuperando há algum tempo. No fim de semana passado, o preço da moeda subiu acima de 70 centavos pela primeira vez desde maio de 2018. Hoje ela é negociada a US$ 1,16, 14% a mais do que ontem.

Publicidade

É uma reviravolta para XRP, cujos criadores da Ripple foram afetados com uma ação judicial de US$ 1,3 bilhão pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos em dezembro passado por supostamente vender XRP como um título não registrado. Esta semana, o XRP voltou a subir depois que a Ripple ganhou uma moção de descoberta para revelar documentos relacionados à abordagem legal da SEC em relação ao Bitcoin e Ethereum.

VOCÊ PODE GOSTAR
logo do bitcoin em cima de livro

Goiânia recebe lançamento do livro “101 Perguntas Sobre Bitcoin”

A obra da Editora Portal do Bitcoin escrita pelo engenheiro Breno Brito serve como um guia para compreensão da criptomoeda mais popular do mundo; veja como participar
moeda e notas pendurada em um varal

Operação contra maior milícia do RJ revela que suspeitos compravam Bitcoin para lavar dinheiro

Fonte do dinheiro movimentado pelos suspeitos seria oriundo de grilagem de terras, extorsão contra comerciantes e exploração do transporte
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Federal Reserve não deve cortar taxa de juros, já que os dados da inflação ainda não estão no cenário ideal para as autoridades dos EUA
Edificio do BCE

Manhã Cripto: Bitcoin segue alta e busca máxima histórica com corte de juros na Europa

Banco Central Europeu (BCE) reduziu 25 pontos percentuais de cada uma das suas três principais taxas de juros