Imagem da matéria: Bitcoin é um ‘Sistema de Defesa Humanitária’, diz líder dos Direitos Humanos
Bitcoin é um meio de resistência contra opressão e censura (Foto: Shutterstock)

Durante a transmissão inicial da Conferência de Bitcoin & Blockchain da América Latina de 2020, que vai até sexta-feira, o diretor de estratégia da Human Rights Foundation, Alex Gladstein, argumentou que o Bitcoin serve a um propósito crítico como um “sistema de defesa humanitária”.

A apresentação de Gladstein enfocou os estados de vigilância em todo o mundo e como as pessoas frequentemente trocam de bom grado sua privacidade digital por conveniência. “Muitas vezes, você faz isso consigo mesmo”, disse ele, em vez de ser forçado por um governo, mas está alimentando o capitalismo de vigilância.

Publicidade

“É realmente essa troca que você faz de boa vontade, onde você abre mão de parte de sua privacidade e liberdade por conveniência, velocidade e conforto”, explicou ele. “Essa é uma compensação que eu acho que o Bitcoin pode lutar.”

Gladstein apontou para o imenso crescimento do estado de vigilância da China e seu “sistema de crédito social” baseado em reputação, que está gradualmente ganhando espaço. Por exemplo, ele observou que espera-se que a China tenha 500 milhões de câmeras de vigilância ao vivo até 2021 para monitorar uma população de cerca de 1,4 bilhão de pessoas. “Eles têm esse senso de onisciência que faria Orwell se envergonhar”, disse Gladstein.

Esse sistema prospera com o tipo de dados que as pessoas fornecem sempre que usam dinheiro digital e serviços financeiros. Na China, isso inclui o uso do popular aplicativo de mensagens WeChat para todos os tipos de compras e serviços bancários. A desvantagem da conveniência, neste caso, é o impacto potencial que uma baixa classificação de crédito social poderia ter sobre coisas que vão desde a obtenção de um empréstimo para colocar seu filho em certas escolas, ou mesmo ter direitos negados com base em sua experiência, crenças ou comportamento.

“O que o governo quer é fazer o que eles chamam de uma sociedade harmoniosa, mas a realidade é que não existe uma sociedade harmoniosa”, explicou Gladstein, apontando para relatos generalizados de pelo menos um milhão de uigures, uma minoria étnica, sendo forçados a entrar em campos de prisioneiros na China. “Quando eles tentam suavizar tudo e fazer com que tudo pareça perfeito, o que eles realmente fazem é esmagar muitas pessoas por baixo.”

Publicidade

Como o Bitcoin desempenha um papel, então? Gladstein acredita que uma parte importante para desacelerar o aumento da centralização de dados é evitar métodos de pagamento que entrem em loop em terceiros, como cartões de crédito e plataformas de pagamentos móveis típicas. Com dinheiro ou moedas, os comerciantes não sabem nada sobre você, e isso funcionava bem no passado, mas o mundo está mudando rapidamente e o uso de dinheiro diminuiu significativamente.

“Poderíamos ter um tipo diferente de sociedade sem dinheiro? É possível um sistema financeiro descentralizado sem terceiros e autoridades de controle? ” disse ele, olhando para o Bitcoin. “Neste sistema de caixa eletrônico ponto a ponto, temos nosso sistema de defesa. Temos do nosso jeito que vamos defender a humanidade. ”

Gladstein sugeriu que, no futuro, os historiadores olharão para trás na descentralização do dinheiro do Bitcoin como sendo tão importante quanto a descentralização do governo pela democracia e a descentralização da informação pela internet. O bitcoin não pode ser censurado, facilmente monitorado em massa, desvalorizado, monopolizado por corporações ou parado nas fronteiras, acrescentou.

“Não importa se você é um bilionário ou uma dessas corporações que está comprando uma tonelada de Bitcoin agora, eles não podem mudar as regras”, disse ele. “Eles não podem me impedir de usar Bitcoin. Eles não podem impedir você de usar Bitcoin. Então, essa rede monetária é, eu acho, um sistema de defesa humanitária de muitas maneiras diferentes. ”

A apresentação de Gladstein durante a Conferência Latino-americana de Bitcoin e Blockchain está disponível em transmissão no YouTube.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
miniaturas de pessoas minerando bitcoin em meio a pedras e folhagens

Renda de mineradores de Bitcoin cai para menor nível após o halving

A receita dos mineradores de Bitcoin caiu mais que a metade na virada de abril para maio
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral
Imagem da matéria: Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

As baleias de Bitcoin compraram avidamente a última queda; investidores de longo prazo agora aguardam a próxima alta para realizar lucros