Imagem da matéria: Bitcoin deve parar de prejudicar o ambiente para permanecer dominante, diz criador do XRP
Foto: Shutterstock

O inventor do XRP, Chris Larsen, acha que o Bitcoin deve se afastar do mecanismo de mineração para permanecer líder.

“Eu diria que tal mudança é extremamente importante para que o Bitcoin continue a ser a criptomoeda dominante no mundo”, disse Larsen em um post do Medium publicado na quinta-feira (22).

Publicidade

Prova de trabalho (PoW) é o mecanismo de consenso de uso intensivo de energia que alimenta a blockchain do Bitcoin e rivaliza com países inteiros em sua capacidade de sugar eletricidade.

PoW é como você minera Bitcoin; quando computadores poderosos executam software de prova de trabalho, eles correm para resolver complicados enigmas matemáticos para ganhar Bitcoin. Para competir com todos os outros computadores da rede, esses computadores precisam se tornar mais poderosos – e isso significa usar mais energia.

“Com mais investidores individuais e corporações assumindo posições significativas de bitcoin, o PoW está caminhando para níveis que a sociedade achará difícil de tolerar enquanto o mundo trabalha para evitar um desastre climático”, disse Larsen.

De acordo com o Digiconomist, a mineração de Bitcoin deixa uma pegada de carbono comparável à produzida pela Bulgária. E uma única transação poderia abastecer uma família média dos EUA por pouco mais de um mês, de acordo com cálculos do Digiconomist.

Publicidade

Larsen acha que as defesas da prova de trabalho são todas “espúrias”. Os defensores afirmam que o PoW não é tão ruim, que incentivará a energia renovável ou que suas necessidades de energia diminuirão com o tempo.

“Devemos ver o PoW como ele é – uma tecnologia de design brilhante que está se tornando desatualizada no mundo de hoje”, disse Larsen.

Para permanecerem dominantes, as criptomoedas de prova de trabalho devem se adaptar, disse ele. Ele acha que o XRP, que usa uma blockchain federada, na qual apenas algumas pessoas têm permissão para processar transações, é mais sustentável; ele afirmou que seu blockchain já é eficiente em termos de energia.

Em outro lugar, Larsen é um defensor da prova de participação, um mecanismo de consenso que seleciona validadores de acordo com quanto dinheiro eles alocaram. Quanto mais cripto você alocar, mais moedas receberá como recompensa. Entre as moedas populares à prova de participação estão Tezos, BNB e, em breve, Etheruem 2.0.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
Casa à beira de rio no Butão

Governo de Butão vai intensificar mineração de Bitcoin no Himalaia com investimento de R$ 2,5 bi

O governo do país asiático vai apostar em hardwares de ponta para compensar os efeitos do halving do Bitcoin que acontece este mês
Ilustração de moeda gigante de Bitcoin observada por investidores e prestes a ser cortada ao meio

Como será o futuro do Bitcoin à medida que recompensas aos mineradores ficam cada vez menores?

O que vai acontecer em 2140, quando os mineradores de Bitcoin não ganharem mais recompensas por blocos minerados?
moeda de bitcoin e bandeira dos eua

Governo dos EUA transfere parte da reserva de US$ 2 bilhões em Bitcoin para Coinbase

Departamento de Justiça dos Estados Unidos começou a mover parte dos 2 bilhões de dólares em BTC para endereço da Coinbase
moeda de Bitcoin à frente do logotipo do Goldman Sachs

ETF de Bitcoin da BlackRock ganha apoio de gigantes de Wall Street, como Goldman Sachs e Citadel

O sucesso dos ETFs de Bitcoin está forçando até os céticos das criptomoedas a clamarem por um espaço no setor