Bitcoin despenca US$ 1.000 em menos de uma hora e leva as criptomoedas junto

(Foto: Shutterstock)


O bitcoin despencou no início da noite desta quarta-feira (19). Às 18h01, o preço saiu de US$ 10.177 para US$ 9.290 às 18h45, uma queda de 9% em apenas quarenta e cinco minutos.

A queda não durou muito tempo. Nos minutos seguintes, o preço voltou a subir e se estabilizou por volta dos US$ 9.650.

No Brasil, o BTC caiu R$ 2.700, saindo de R$ 44.900 para R$ 42.200.

Essa queda repentina ocorre um dia após o Bitcoin subir US$ 700, de US$ 9600 para quase US$ 10.300.

No momento, não há razão específica para esse comportamento no preço. O único evento que poderia ter causado uma queda nos preços foi a manutenção não programada da Binance, que durou mais de seis horas. No entanto, quando a queda aconteceu, a exchange já estava normalizada há algumas horas.

Apesar da queda, o bitcoin segue em forte alta no ano, com valorização de 32%. Em fevereiro, o BTC acumula alta de 3%.

Altcoins seguiram o movimento

A queda repentina no valor do Bitcoin não poupou as altcoins. Mais do que isso, as principais criptomoedas sofreram quedas ainda maiores.

O Ethereum caiu para US$ 260 com queda de 7% no dia. A EOS registra uma queda de quase 15%, enquanto o Ripple e o NEO sofrem uma queda de 6% e 9%, respectivamente.

A Tezos, por outro lado, é a única criptomoeda mostrando força: após uma alta histórica contra o Bitcoin, a Tezos segue em alta e valoriza quase 8% nesta quarta.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br