Imagem da matéria: Bitcoin comemora 14 anos: veja como Satoshi Nakamoto criou o primeiro bloco da rede
Foto: Shutterstock

Esta terça-feira, dia 3 de janeiro marca o aniversário de 14 anos da mineração do primeiro bloco da blockchain do Bitcoin. A operação foi feita em 3 de janeiro de 2009 por Satoshi Nakamoto, a ainda desconhecida pessoal que concebeu e colocou em prática a primeira criptomoeda do mundo.

Naquele momento, a recompensa por bloco minerado era de 50 bitcoins. A cada quatro anos essa quantidade cai pela metade e atualmente está em 6,25 BTC. A queda na premiação é chamada de halving e a próxima está prevista para ocorrer em março de 2024.

Publicidade

O primeiro bloco minerado de Bitcoin ficou conhecido como Bloco Gênesis e tem como principal curiosidade a mensagem que Nakamoto inseriu.

O criador do BTC repetiu palavra por palavra a manchete principal do jornal britânico The Times daquele dia: “Chancellor on brink of second bailout for banks” (“Chanceler está prestes a conceder um segundo resgate para os bancos”, em uma tradução livre para português).

Bloco gênesis do Bitcoin compartilhado pelo perfil @GhostLimburg3rt no Twitter

Esse ato foi tomado por toda a comunidade que se desenvolveu ao redor do Bitcoin como um recado de que a criação da criptomoeda era uma resposta contra os desmandos do sistema bancário.

Na crise de 2008, os governos de diversos países usaram dinheiro da população para salvar bancos de uma crise criada majoritariamente pela irresponsabilidade do próprio sistema financeiro.

Publicidade

Nakamoto continuou minerando blocos e participando de debates em fóruns até 2011, quando sumiu. Até hoje a carteira do criador do BTC segue sem nenhuma alteração, intocada. Uma movimentação registrada na blockchain seria um dos únicos registros capazes de mostrar que ele ainda está vivo.

Porém, demoraria um tempo ainda para o Bitcoin sair do campo teórico. Foi apenas no dia 22 de maio de 2010 que Laszlo Hanyecz, um programador norte-americano que morava na Flórida, conseguiu pagar por pizzas usando o ativo. Ele gastou 10 mil BTC por duas pizzas e o ato ficou marcado como o começo do uso da criptomoeda como meio de troca de fato.

Atualmente, a unidade do Bitcoin vale US$ 16.729, mas chegou a um auge de US$ 69 mil em novembro de 2021. A capitalização de mercado do BTC é US$ 322 bilhões e do mercado cripto como um todo de US$ 800 bilhões, conforme aponta o portal Coingecko.

Capa do jornal The Times de 3 de janeiro de 2009, que foi citada no primeiro bloco de Bitcoin

O perfil do Twitter “Documenting Bitcoin” publicou um vídeo nesta terça-feira (3) mostrando as linhas de código do primeiro bloco se desenrolando:

Publicidade

Tradição de mensagens anexadas

Com a mensagem no primeiro bloco, Satoshi iniciou uma tradição que continua até os dias de hoje. É muito comum os mineradores inserirem algum recado dentro do conjunto de códigos que resultam na solução do problema matemático que gera a produção de um novo nó na blockchain.

O Portal do Bitcoin publicou em janeiro de 2021 uma reportagem do Decrypt elencando o top cinco das mais interessantes mensagens gravadas em blocos de bitcoin. O primeiro lugar ficou, é claro, com o gênesis. Confira abaixo o restante:

A mensagem do halving de 2020

O Bitcoin passa pelo halving a cada quatro anos, um processo é reduzido pela metade as recompensas dos bloco minerados. O evento ocorre de acordo com as regras predefinidas no código do Bitcoin; as recompensas da mineração são cortadas pela metade e muitas vezes estão associadas a um aumento no preço. Como resultado, tornou-se uma espécie de divisor de águas para os investidores do Bitcoin.

No último halving, em maio de 2020, no penúltimo bloco, 629.999, a mineradora F2Pool optou por homenagear a origem do Bitcoin, e imortalizar a nova crise financeira. Eles incluíam uma manchete do New York Times, datada de 9 de abril de 2020, que dizia: “Com injeção de US$ 2,3 trilhões, o plano do Fed supera em muito o resgate de 2008”.

Julian Assange: “Estamos bem”

Em 2016, rumores de que o fundador do Wikileaks, Julian Assange, estava morto circulavam no fórum 8chan. Temendo que sua conta no Twitter tivesse sido comprometida, o Wikileaks optou por uma resposta incomum.

Publicidade

Usando vários endereços de Bitcoin diferentes pertencentes ao Wikileaks, a organização sem fins lucrativos publicou a notícia: “Estamos bem 8chan”. O usuário khan do Steemit documentou as transações aqui.

Esta não é a única vez que o Wikileaks usou o blockchain do Bitcoin para mensagens. De acordo com o pesquisador de dados Ken Shiriff, eles também incorporaram um arquivo de 2,5 megabytes no “Cablegate” com uma mensagem para o inventor do Bitcoin: “Liberdade de expressão e livre iniciativa! Obrigado Satoshi! ”

Tributo a Len Sassaman

Uma homenagem ao criptógrafo Len Sassaman foi colocada no blockchain do Bitcoin após sua morte, pelos colegas programadores Dan Kaminsky e Travis Goodspeed.

A homenagem a Len Sassaman. Imagem: Messages from the mines.

Mensagem bíblica para se proteger contra a “Marca da Besta”

Quando o bloco 666.666 aconteceu em janeiro de 2020, um minerador decidiu que uma proteção extra era necessária e inscreveu uma mensagem bíblica no bloco.

O número, 666.666, a chamada “Marca da Besta”, está associado ao Diabo ou ao Anticristo. A mensagem deixada no bloco, de acordo com o guia de significado bíblico Bibref, pode ser interpretada como significando viver para o bem dos outros, ser honesto consigo mesmo e superar o mal com o bem – um aceno ao etos central do Bitcoin: um sistema monetário justo e inclusivo para todos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
Imagem da matéria: MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

O relatório semestral, realizado pela CCData, é considerado uma estrutura robusta para classificar a atuação de exchanges do Brasil e do mundo
Imagem da matéria: Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase