Imagem da matéria: Bitcoin Cai Mais de US$ 1.000 nos Últimos Dias

Uma semana atrás, no dia 5 de maio, o bitcoin alcançou US$ 9.990 (R$ 36.000 no Brasil), seu maior preço dos últimos dois meses. Desde então, iniciou-se uma queda.

Gráfico IPB de Maio

Na madrugada de sábado (12), o bitcoin chegou a ser cotado em US$ 8.200. No Brasil, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB), a mínima do dia foi de R$ 30.779.

Publicidade

O preço amanheceu se recuperando da queda e atualmente já é negociado acima dos US$ 8.500, com uma variação de +1,69% no dia. O mês de maio, contudo, está com um acumulado de -6%.

O que pode ter influenciado o preço

Um dos países mais importantes para as criptomoedas, a Coreia do Sul deu um grande susto no mercado na sexta-feira (11). A Upbit, uma das maiores bolsas de criptoativos, teve seus escritórios na capital, Seul, invadidos por autoridades sul-coreanas.

Segundo a Bloomberg, o país tem apertado o cerco contra o mercado de criptomoedas sob pretexto de combater especulação excessiva e atividades ilícitas, como lavagem de dinheiro.

Sob essa alegação, as autoridades têm feito ações similares em outros locais que lidam com bitcoins e outras moedas digitais nos últimos meses. A Upbit, alvo da última invasão, diz que está colaborando com as autoridades sul-coreanas.

Publicidade

Além disso, o administrador do dinheiro da Mt. Gox, que foi encarregado de vender cerca de 200.000 bitcoins após a falência da exchange, é suspeito de ter despejado outros 8.000 bitcoins no mercado.

Algumas pessoas sugeriram que a recente queda de preço do bitcoin e outras criptomoedas foi desencadeada pela venda dessas moedas. Quatro carteiras do administrador movimentaram cerca de 2.000 bitcoins cada, enviando mais de 8.000 bitcoins no total nas últimas 24 horas.

Considerando que lhe foi solicitado que vendesse mais de 200.000 bitcoins e os convertesse para o iene japonês pelas autoridades financeiras locais, é evidente que qualquer movimento signifique que ele estaria vendendo.

A venda de BTC da Mt. Gox foi considerada um dos motivos pela forte queda do início do ano. No final de dezembro foi realizada a primeira venda dos bitcoins.

Publicidade

Mercado tenta pequena recuperação nas últimas horas

Conforme a nossa página de cotação das criptomoedas, nas últimos horas quase todas as criptos operam em alta.

Fonte: Portal do Bitcoin

Embora estejam se recuperando, com exceção da Bytecoin, todas estão negativas nos últimos sete dias. O valor de mercado continua abaixo dos US$ 400 bilhões.

Leia também: Bitconf VI em Vídeo: Como Foi uma das Maiores Conferências de Bitcoin do Brasil

 

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Etherium ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin sob nota de dinehiro da nigéria

Tensão entre Binance e Nigéria escala após CEO acusar governo de suborno de R$ 770 mi

Funcionário do governo nigeriano disse que alegações são infundadas e que disputa contra Binance deve ser resolvida na Justiça
Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Embora a Coinbase tenha informado nesta manhã que o problema estava resolvido, sua página de status ainda indica que o app móvel e site estão com “desempenho prejudicado”
Imagem da matéria: MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

O relatório semestral, realizado pela CCData, é considerado uma estrutura robusta para classificar a atuação de exchanges do Brasil e do mundo
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase