Imagem da matéria: Bitcoin (BTC) supera US$ 44 mil pela primeira vez desde euforia dos ETFs
Foto: Shutterstock

O Bitcoin (BTC) voltou a ganhar força nesta quinta-feira (8), superando a marca de US$ 44 mil e atingindo preços não vistos desde a euforia da aprovação dos ETFs de Bitcoin à vista nos Estados Unidos, cerca de um mês atrás.

Às 9h40, a maior criptomoeda do mundo em valor de mercado registrava ganhos de 3,9% no acumulado de 24 horas, cotada a US$ 44.627. O movimento traz otimismo ao mercado e outras altcoins também apresentam alta nesta quinta.

Publicidade

O Ethereum (ETH) avança 2,1% nesta manhã, para US$ 2.417, enquanto a Solana (SOL) salta 6,2%, cotada a US$ 101,27. Entre as maiores criptos, destaque para a Cardano (ADA), que dispara 10,6%, valendo no momento US$ 0,5286.

A valorização ocorre em meio a um novo cenário em que grandes detentores de BTC — chamados de baleias — estão voltando a acumular ativos, ao mesmo tempo que os índices acionários americanos registram máxima histórica.

Neste cenário, o volume de negociação de Bitcoin em 24 horas aumentou mais de 59%, para quase US$ 26 bilhões, segundo dados do CoinMarketCap.

Os ganhos das bolsas nos EUA ajudam a apoiar o maior interesse dos investidores por ativos de risco como as criptomoedas. O S&P 500 fechou nos últimos dias próximo do nível de 5 mil pontos, em sua máxima histórica, enquanto o Dow Jones está pouco abaixo de quebrar seu próprio recorde também.

Publicidade

Além disso, saúde do banco regional New York Community Bancorp, que estava se tornando um grande temor do mercado, parece ter melhorado, com as ações da empresa virando de queda para ganhos de mais de 6%.

O banco emitiu na terça-feira um comunicado para acalmar os participantes do mercado sobre sua liquidez e estabilidade de depósitos depois que a agência de classificação Moody’s rebaixou seu crédito para grau “junk”. Isso ligou o alerta no mercado cerca de um ano após a quebra do Silicon Valley Bank.

A questão macroeconômica também colabora para o maior otimismo no mercado cripto diante das avaliações de especialistas de que o Federal Reserve (o Banco Central dos EUA) não deve cortar os juros no país em março, em linha com o que é esperado.

VOCÊ PODE GOSTAR
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Nigéria retira acusações contra executivos da Binance, mas mantém exchange na mira

Dois executivos da Binance foram afastados das acusações de evasão fiscal por uma agência nigeriana, mas ainda enfrentam um caso de lavagem de dinheiro
celular com logo GameStop com fundo azul

Roaring Kitty reaparece e ações da Gamestop e token GME disparam de preço

Na noite domingo (2), as ações NYSE:GME subiram 19% enquanto a memecoin GME disparou mais de 200%
Imagem da matéria: FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

Se aprovada pelo juiz, a FTX pagaria à Receita dos EUA US$ 200 milhões agora e US$ 685 milhões posteriormente
Imagem da matéria: MB diversifica portfólio e anuncia onze novas listagens em maio de 2024

MB diversifica portfólio e anuncia onze novas listagens em maio de 2024

“Muitas dessas novidades podem ser acessadas a partir de R$ 1. Isso dinamiza nosso portfólio, e viabiliza a democratização”, diz executivo