Imagem da matéria: Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) sobem 5%; Solana (SOL), XRP e Polkadot (DOT) recuperam perdas
Foto: Shutterstock

O Bitcoin (BTC) reverteu a tendência de baixa que predominava seus gráficos durante todo final de semana e disparou na manhã desta segunda-feira (29), valendo agora US$ 57.200.

O salto de preços começou por volta das 16h de domingo, quando a criptomoeda saiu de uma mínima de US$ 53.680 e começou a subir gradativamente até bater um topo de US$ 58 mil no final da noite passada, segundo o CoinMarketCap.

Publicidade

Apesar do leve recuo nesta manhã, o bitcoin opera em alta de 4,6% nas últimas 24 horas e diminui para 7,2% as perdas que ainda acumula no mês. De acordo com o Índice do Portal do Bitcoin, o ativo é negociado por volta de R$ 322 mil no Brasil.

É a maior cotação que o bitcoin conseguiu alcançar desde a última sexta (26), dia em que a notícia da disseminação da nova variante do Covid-19 espantou os investidores e os afastou de investimentos vistos como mais “arriscados”, como as criptomoedas. 

O impacto ainda desconhecido da nova variante chamada “Omicron” na economia mundial continua trazendo uma incerteza sobre a recuperação mais robusta do mercado cripto que se encaminha para dezembro, um mês historicamente positivo para o setor.

Altcoins replicam alta do BTC

Outros ativos de peso replicam o desempenho de alta do bitcoin nesta manhã. Ethereum (ETH), a segunda maior criptomoeda do mundo em valor de mercado, está valorizando 5,1% no dia. Nas últimas 24 horas, o ether saltou de US$ 3.980 para US$ 4.370, a sua maior cotação  desde a última sexta.

Publicidade

Já a Solana (SOL), ativo que ocupa a 5ª posição no ranking das maiores criptomoedas do setor, registra ganhos ainda mais expressivos nesta manhã. 

Em alta de 7,4%, a SOL é negociada em torno de US$ 204. Neste ritmo, a moeda apaga as perdas do final de semana e volta a manter seu preço para o mesmo patamar da semana passada, acima do importante nível de US$ 200. 

Entre as altcoins que também estão valorizando nesta segunda está a Binance Coin (+2,5%), Cardano (+4,3%), XRP (+4,6) e Polkadot (+6%).

Um destaque no dia são as criptomoedas baseadas em jogos blockchain, classe de ativos que continua arrebatando os maiores ganhos do setor. 

Publicidade

The Sandbox (SAND) está na liderança no ranking das 100 maiores moedas do mercado, em alta de 17% no dia. A alta de hoje ajuda o ativo a manter sua cotação em torno de US$ 7.37 e diminuir a distância do seu recorde de preço alcançado na última quinta, de US$ 8,51.

Outros tokens do metaverso como Gala (+13%), Enjin Coin (+8,7%) e Decentraland (+8%) também acumulam ganhos importantes nesta manhã.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

ETFs de Bitcoin estão de volta? Ganhos de R$ 1,9 bilhão marcam o melhor dia em mais de um mês

ETF da Grayscale teve mais entradas do que saídas pela primeira vez em semanas
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance
Senado, Congresso, Câmara dos Deputados, Brasília, Parlamento

Projeto de Lei quer proibir uso de criptomoedas fruto de crimes durante processo penal

Deputado autor do PL afirma que em muitos casos, mesmo durante a investigação, acusados continuam a movimentar recursos do crime
Imagem da matéria: Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Uma semana antes da demissão, o funcionário produziu um relatório afirmando que a DWF Labs lucrou milhões através da manipulação de mercado de seis tokens