Imagem da matéria: Bitcoin (BTC) dispara e encosta nos US$ 60 mil pela primeira vez em cinco meses
Foto: Shutterstock

Na manhã desta sexta-feira (15), o Bitcoin (BTC) deu um novo impulso no seu rali de preço e superou a barreira dos US$ 59 mil pela primeira vez desde maio.

A criptomoeda líder do mercado saltou de US$ 56.900 para um pico de US$ 59.924 na madrugada, segundo o CoinMarketCap. Por muito pouco o bitcoin não ultrapassou também os US$ 60 mil, nível onde encontra seu recorde de preço de US$ 64.860, alcançado em abril.

Publicidade

A última vez que o bitcoin esteve tão perto da sua máxima histórica foi em maio. Naquela época, no entanto, a onda de repressão do governo chinês ao mercado cripto contribuiu para a queda da moeda.

Cinco meses depois, o bitcoin volta a crescer em um mês historicamente positivo para as criptomoedas, e diminui para 8,6% a sua distância do recorde de preço.

Nesta manhã, o BTC está valendo cerca de US$ 59.200, em alta de 2,6% nas últimas 24 horas. No Brasil, o criptoativo é negociado nas corretoras em torno de R$ 326 mil, segundo o Índice do Portal do Bitcoin.

Possível chegada de ETF de bitcoin nos EUA

O que parece ter provocado a reação positiva no preço do bitcoin foi uma notícia da Bloomberg publicada no fim da noite de quinta (14) que sinalizou que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) está preparada para aprovar na semana que vem o primeiro ETF de bitcoin do país.

Publicidade

Os reguladores estão no momento analisando cerca de 40 pedidos de ETFs relacionados a criptomoedas, vários com o prazo final de decisão prestes a encerrar.

Conforme fontes familiarizadas ao assunto contaram à Bloomberg, o sinal verde da SEC é para produtos baseados em futuros de bitcoin. O veículo apontou que os ETFs da ProShares e da Invesco podem ser aprovados e já disponibilizados para negociação na bolsa na próxima semana. 

Um ETF de bitcoin é um produto que há tempos as empresas do setor tentam lançar no mercado, mas não conseguiam obter aprovação até então devido a resistência da SEC.  

Agora que os reguladores parecem finalmente prontos para aceitar uma proposta, o preço do bitcoin reage de forma positiva a perspectiva de que em breve, investidores mais tradicionais poderão se expor às criptomoedas pela bolsa de valores, sem precisar fazer a compra direta dos ativos.

Publicidade

Outro sinal que animou o mercado foi um tweet publicado pelo perfil de educação financeira oficial da SEC, no qual a entidade aconselhou: “antes de investir em um fundo que detém contratos futuros de Bitcoin, certifique-se de pesar cuidadosamente os riscos e benefícios potenciais”. Na mensagem, o link para um boletim que aborda investimentos em bitcoin também foi divulgado.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Por que a rede Ethereum de segunda camada Taiko está gastando US$ 100 mil por dia em Blobs

Por que a rede Ethereum de segunda camada Taiko está gastando US$ 100 mil por dia em Blobs

Taiko, uma rede de escalonamento de segunda camada da Ethereum, está gastando enormes quantias de dinheiro em blobs – mas isso é intencional
Imagem da matéria: Receita Federal irá exigir informações de corretoras estrangeiras de criptomoedas

Receita Federal irá exigir informações de corretoras estrangeiras de criptomoedas

“Estamos preocupados em obter informações sobre a riqueza brasileira sujeita a tributação aqui”, afirma diretora da Receita Federal
Imagem da matéria: Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Relatório da Crystal Intelligence mostra que em 13 anos ocorreram 785 casos de roubos de criptomoedas, no valor total de US$ 19 bilhões
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin voltam a ter entradas líquidas com fluxo de US$ 101 milhões

ETFs de Bitcoin tiveram dois dias de saídas e voltaram a ter fluxo positivo com uma retomada do ânimo do mercado após dados de inflação nos EUA