Dois aviões riscam com fumaça para cima o B de bitcoin
Foto: Shutterstock

O Bitcoin (BTC) voltou a atingir a marca de US$ 70 mil nesta segunda-feira (25), após uma queda nos últimos dias que o fez cair para US$ 61,5 mil em 20 de março. No momento da redação desta reportagem, o ativo registra alta de 7% no período de 24 horas, conforme dados do CoinGecko.

No acumulado de 30 dias, o Bitcoin tem alta de 35%. A maior criptomoeda do mundo se aproxima da sua máxima histórica: US$ 73.737, registrados em 14 de março (apenas 4,8% acima do preço atual). 

Publicidade

Em reais, o Índice de Preço do Bitcoin (IPB) mostra que um Bitcoin vale no momento R$ 348.764.

Com a sua alta, o BTC carrega o restante do mercado. O Ethereum (ETH) tem alta de 6,4% e é vendido a US$ 3.600, a Solana (SOL) registra valorização de 10% e é cotada em US$ 193. 

As criptomoedas meme também têm bom desempenho. Dogecoin (DOGE) sobe 5%, Shiba Inu (SHIB) 5,3% e Pepe (PEPE) 12%.

De acordo com dados do CoinGlass, a alta gerou uma onda de liquidação de de US$ 195 milhões no mercado de derivativos. Desse total, US$ 129 milhões era de posições vendidas que apostavam na queda dos preços. As liquidações de posições em Bitcoin foram de US$ 53 milhões, menor do que tem sido a média dos últimos dias.

VOCÊ PODE GOSTAR
nathalia arcuri me poupe

Nathalia Arcuri explica o halving do Bitcoin em vídeo no YouTube: “Investir ou não agora?”

Influencer recomenda a compra de um pouco de Bitcoin todos os meses: “A expectativa é sim que o Bitcoin continue subindo”
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

Produto da BlackRock fica atrás apenas dos ETFs que seguem o índice S&P 500 e o setor imobiliário dos EUA
moedas de Bitcoin sobre notas de ienes

Anúncio de investimento em Bitcoin faz ações de empresa asiática disparar 90%

Seguindo o manual da MicroStrategy, a empresa japonesa Metaplanet está atraindo forte interesse dos investidores
Imagem da matéria: Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

A alta das criptomoedas em março resultou em um recorde de negociações e queda drástica das reservas de Bitcoin das corretoras