Imagem da matéria: Bitcoin Banco trava saques da Zater Capital e encerra conta de vários clientes
Foto: Shutterstock

Não demorou muito para surgir problemas nos saques dos clientes da Zater Capital, a plataforma do grupo Bitcoin Banco lançada como uma das ações dentro do processo de recuperação judicial da empresa. A nova proposta ficou conhecida como o “giro 2.0”.

Desde o mês passado o Portal do Bitcoin tem recebido denúncias sobre a falta de pagamentos, alguns pedidos desde o mês passado.

Publicidade

Um dos clientes, um empresário de Cascavel que pediu para não ser identificado, já está com cinco saques pendentes em bitcoin e reais. São aproximadamente 3 BTCs e mais um pedido de saque de R$ 19.900.

Ele já relatou o problema para a EXM Partners, administradora judicial da Recuperação Judicial do grupo GBB, nomeada pela Justiça do Paraná.

Por email, a EXM Partners disse que a empresa informou que os problemas decorreram da alta demanda de solicitações de saques em decorrência do processo de Recuperação Judicial. Segundo argumentou, as pendências serão sanadas após análise do setor de compliance.

Questionado sobre o motivo de entrar no novo projeto do Bitcoin Banco depois do calote do primeiro, o empresário disse que estava ciente dos riscos:

Publicidade

“Entrei no segundo giro ciente dos riscos, mas confiante que pudesse durar alguns meses devido o processo de recuperação judicial. Em porcentagem eu tive um bom lucro, em valores nem tanto, pois não investi muito no primeiro giro, mas tenho conhecimento de amigos que fizeram uma grana alta antes do travamento dos saques”.

Cliente tenta encerrar conta

O investidor Gilliard Jorge, do Rio de Janeiro, tenta encerrar a conta desde meados de abril, quando fez dois pedidos de saques — no dia 14/04 (R$ 13.859,18) e 16/04 (R$ 15.649,32).

Devido ao atraso, Gilliard também acionou a EXM Partners, mas recebeu a mesma resposta genérica.

“Eu zerei a banca, quero encerrar a conta”, disse o investidor.

Recebeu após email a juíza

Outro cliente, de Patos de Minas (MG), tem um total de R$ 25.037,80 a receber da plataforma, também referentes a saques em atraso. No final do mês, contudo, ele disse que conseguiu receber um dos valores, de R$ 6.409,03.

No entanto, ele revelou que o depósito só ocorreu depois de ter enviado um email para a EXM e para a juíza do caso, Mariana Gluszcynski Fowler Gusso.

Publicidade

Conforme explicou, mesmo assim “eles não respeitaram a ordem de solicitação, escolheram o saque de menor valor para fazer o pagamento”.

Lucas, de Curitiba (PR) também está com o mesmo problema, com saques parados desde o dia 14/04. Um deles é de mais de R$ 8 mil.

Zater notifica encerramento de conta

Na tarde de quinta-feira (07), vários clientes receberam um comunicado da Zater Techonologies com o assunto “NOTIFICAÇÃO DE ENCERRAMENTO DE CONTA(s)”.

“Em decorrência da constituição de sua nova plataforma FINTECH – ZATER CAPITAL – e, com a migração do departamento de compliance, não há mais o interesse na continuidade do relacionamento comercial com V.Sa.”, diz um trecho da notificação.

Conforme descreveu a empresa, o cliente deve solicitar o cancelamento de todas as ordens de saque através do email [email protected] e “efetuar o agrupamento de todos os valores constantes nas plataformas para a Zater Capital, caso possua saldo, em única ordem de saque em reais”.

Publicidade

Girinho da Negociecoins

Em novembro do ano passado, o Portal do Bitcoin publicou o relato de um cliente do Bitcoin Banco que acreditou na promessa da arbitragem infinita entre as exchanges NegocieCoins e Tem BTC.

Sua história, no entanto, é semelhante a de milhares de pessoas que acreditaram na ilusão de altos rendimentos do chamado girinho.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Quedas resultaram em quase US$ 200 milhões em posições de derivativos alavancadas liquidadas em diversos criptoativos, segundo CoinGlass
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca
Rafael Rodrigo , dono da, One Club, dando palestra

Clientes acusam empresa que operava opções binárias na Quotex de dar calote milionário; dono nega

Processos judiciais tentam bloquear R$ 700 mil ligados à One Club, empresa de Rafael Rodrigo
moedas de Bitcoin sobre notas de ienes

Anúncio de investimento em Bitcoin faz ações de empresa asiática disparar 90%

Seguindo o manual da MicroStrategy, a empresa japonesa Metaplanet está atraindo forte interesse dos investidores