Imagem da matéria: Bitcoin amplia fatia do mercado de criptomoedas após semanas de queda geral
Marketshare do Bitcoin chega a 55% do mercado de criptomoedas, maior nível dos últimos 3 meses (Foto: Shutterstock)

O marketshare do Bitcoin no mercado de criptomoedas atingiu o maior nível dos últimos três meses.

Os dados do CoinMarketCap revelam que a ‘dominância’ do bitcoin atingiu 55,10% e é o nível mais alto registrado desde 12 de setembro. Na época, esse número estava em torno de 57,6%.

Publicidade

Seguindo o Bitcoin, na segunda posição está o XRP, token da Ripple, com 11,7%. A terceira posição é do Ethereum, com 8,57%.

O que significa o marketshare

O marketshare é a porcentagem que cada criptomoeda representa levando em conta o mercado de criptoativos como um todo. A alta do marketshare do Bitcoin é um sinal de que os investidores estão provavelmente tirando seu dinheiro de outras criptomoedas e indo para o criptoativo de maior relevância no mercado, principalmente pelo fato das outras criptomoedas terem operado em queda superior ao BTC nos últimos dias.

Um fluxo em direção ao bitcoin é geralmente visto em momentos que precedem uma alta, já que é uma rota comum para o dinheiro fiduciário entrar no mercado de criptomoedas.

Por exemplo, a taxa de dominância do BTC aumentou de 38% para 66,5% nos seis meses até dezembro de 2017 – uma época em que a criptomoeda subiu de US$ 1.760 para US$ 20.000. No entanto, ele também tende a aumentar durante os períodos de aversão ao risco – quando os investidores saem das altcoins, que possuem um maior risco, e vão para o bitcoin e, possivelmente, para moeda fiduciária.

O Bitcoin sempre se manteve com a maior parte do mercado de criptomoedas, mesmo quando sua taxa de dominância atingiu uma baixa de 32% em 13 de janeiro deste ano.

Publicidade

Na época, o mercado alternativo de criptomoedas (altcoins) viu sua capitalização total aumentar quase 24.000% ao longo do ano anterior, o que consumiu uma quantidade considerável de participação de mercado total do bitcoin.

Desde então, o mercado alternativo desvalorizou mais de 90% em termos de capitalização total em relação à sua alta recorde de US$ 550 bilhões.

Mercado em queda

Esta segunda-feira (10) foi basicamente de queda pra todos os criptoativos. A baixa recente no mercado já dura 4 semanas e ainda não parece ter encontrado um fundo.

Nos últimos sete dias, o principal destaque negativo foi o Bitcoin Cash, que caiu mais de 30% e chegou a ser ultrapassado pelo Bitcoin SV. O movimento durou um curto período de tempo.

Publicidade

O XRP continua na frente do ETH e já abriu quase 30% de diferença no valor de mercado.

A capitalização das criptomoedas agora está em US$ 110 Bilhões, semelhante aos níveis de agosto de 2017.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Talvez você queira ler
barras de ouro

Tokenização do ouro: onde o passado e o futuro se encontram

Como diria um grande comunicador brasileiro, barras de ouro valem mais do que dinheiro. No mundo digital, também
Sam Bankman-Fried da FTX fando em vídeo

Extorsão, fuga da realidade e falta de banho: ex-presidiário conta como foi conviver com Sam Bankman-Fried na prisão

Ex-membro da máfia e informante do governo afirma que o criador da FTX estava em profunda negação sobre seus problemas jurídicos
Richard Teng, executivo da Binance, ao lado de Janet Yellen, secretária dos EUA

Quem é Richard Teng, o novo CEO da Binance que vai substituir CZ

Richard Teng afirmou que se concentrará em garantir que os usuários da Binance possam seguir confiantes na solidez financeira da empresa
Cristiano Ronaldo, craque da seleção portuguesa

Cristiano Ronaldo é alvo de ação coletiva de US$ 1 bilhão por promover a Binance

A Binance firmou parceria com craque português em meados de 2022, incentivando a venda e promoção de seus próprios NFTs