predio com logo da corretora binance
Shutterstock

A corretora Binance desistiu de se registrar em Portugal após ter superado o prazo habitual de nove meses para que fosse conhecida uma decisão do Banco de Portugal em um processo que teve início no segundo trimestre de 2022, informou a mídia local Jornal de Negócios em publicação nesta quinta-feira (18).

“Perante o pedido de esclarecimentos do Supervisor liderado por Mário Centeno, a empresa não conseguiu dar conta de uma série de pressupostos essenciais para o licenciamento da operação a nível nacional e acabou por desistir”, disse a publicação.

Publicidade

Uma fonte disse ao jornal que o Banco Central teve dificuldades em entender a estrutura acionária da empresa e que por conta de diversas exigências feitas pelo regulador, a Binance não conseguiu cumprir os requisitos necessários.

Por outro lado, a publicação lembra que os órgãos reguladores não têm poder de proibir a operação de uma empresa cripto e, portanto, a exchange pode continuar funcionando no país. Além disso, com a entrada em vigor em breve do MiCA, bastará que uma empresa cripto possua registro em um país europeu para poder atuar em toda a União Eruopeia.

Segundo o jornal, cinco processos de licenciamento no ramo de criptomoedas estão sob avaliação dos reguladores, sendo que 13 já desistiram de operar no país devido a elevadas exigências, como ocorreu com a Binance.

Apesar de a Binance não obter uma licença em Portugal, a corretora patrocina e emite fan tokens do clube de futebol FC Porto. 

Publicidade

O Jornal de Negócios procurou as partes para comentar o assunto, mas não obteve resposta.

Binance pode voltar para a Índia

Se para a Binance Portugal ficou distante, a Índia está bem mais próxima. De acordo com uma publicação do Economic Times nesta quinta-feira, depois de ser banida no início do ano, a corretora pretende voltar ao país pagando uma multa de US$ 2 milhões.

Segundo uma pessoa familiarizada com o assunto, pagando esse valor ela retornará ao país como uma empresa registrada na Unidade de Inteligência Financeira (FIU), entidade do Ministério das Finanças.

Em janeiro deste ano, a Binance e outras exchanges como OKX e Kucoin foram removidas da Apple Store na Índia depois que FIU lhes enviou avisos de causa de demonstração de compliance. Antes de ser banida, a Binance era responsável por quase 90% das reservas de criptomoedas estimadas em US$ 4 bilhões de cidadãos indianos.

Licenciada em Dubai

Enquanto isso, a Binance garantiu na Autoridade Reguladora de Ativos Virtuais (VARA)  de Dubai, Emirados Árabes, uma licença completa de provedor de serviços de criptomoedas para sua unidade local Binance FZE.

Publicidade

“Com a licença VASP [Virtual Asset Service Provider], a Binance pode estender a sua oferta de produtos nos Emirados Árabes Unidos não apenas para investidores qualificados e institucionais, mas também para o mercado de varejo. Isto inclui acesso a uma gama mais ampla de serviços de ativos digitais, como negociação à vista, empréstimos e empréstimos e apostas”, disse a empresa em comunicado.

Para o CEO da Binance, Richard Teng, a licença representa uma afirmação do esforço contínuo pelo crescimento responsável na esfera de ativos digitais. “É uma perspectiva emocionante estender ainda mais o acesso aos benefícios econômicos transformadores da tecnologia blockchain aos nossos utilizadores nos Emirados Árabes Unidos”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Alexander Vinnik sendo escoltado para um tribunal na Grécia em 2017

Fundador da BTC-e se declara culpado de lavar R$ 45 bilhões em criptomoedas

A exchange do russo Alexander Vinnik teria processado entre 2011 e 2017 mais de um milhão de transações de usuários em todo o mundo, incluindo clientes dos EUA
Celular com logotipo da BInance

Binance anuncia fim do suporte a uma stablecoin que afetará pares com Bitcoin e Ethereum

A exchange também anunciou a listagem de novos pares de negociação com Lira turca
Imagem da matéria: Grayscale desiste de lançar um ETF de futuros de Ethereum nos EUA

Grayscale desiste de lançar um ETF de futuros de Ethereum nos EUA

A gestora parece ter recuado da estratégia de levar a SEC aos tribunais para forçar a eventual aprovação de um ETF de Ethereum à vista
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”