Kevin O'Leary
Kevin O’Leary, do programa “Shark Tank” (Shutterstock)

O empresário canadense e estrela do reality show televisivo “Shark Tank”, Kevin O’Leary, criticou na noite de quarta-feira (15) a exchange de criptomoedas Binance—e alegou que ela causou o colapso da rival FTX de propósito. 

Falando na audiência do Comitê de Bancos, Habitação e Assuntos Urbanos do Senado dos EUA o famoso empresário também disse que a Binance agora é um “monopólio maciço e não regulamentado.”

Publicidade

A FTX, outrora uma das maiores corretoras de ativos digitais do planeta, no mês passado teve um colapso espetacular—levando os legisladores a pensar, mais do que nunca, sobre como regular os ativos digitais. O título da audiência foi “Crypto Crash: por que a bolha FTX estourou e os danos aos consumidores.”

O’Leary—que investiu fortemente na FTX—disse na audiência: “tenho uma opinião, não registros. Um colocou o outro fora do negócio intencionalmente.”

Venda de tokens por CZ

A Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo, desempenhou um papel importante no início do colapso da concorrente FTX no mês passado.

O CEO da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, anunciou que venderia as participações da sua exchange do token nativo da FTX, um movimento que desencadeou uma crise de liquidez. Dias depois, a rival entrou com pedido de falência. 

Publicidade

A falência da exchange bateu pesado no mercado cripto—incluindo várias empresas com uma exposição à gigante .

O’Leary também defendeu uma regulamentação mais forte, observando que a plataforma de negociação de derivativos de propriedade da FTX, a LedgerX, foi a “única entidade que não foi a zero” após o crash porque foi regulamentada pela Commodity Futures Trading Commission. 

E ele não foi o único que pediu isso: a Senadora Cynthia Lummis (R-WY) disse na audiência que era hora de “separar ativos digitais de organizações corruptas.”

“A FTX é uma fraude bem à moda antiga”, disse ela. “A má gestão, o fracasso das pessoas, os controles inadequados são os pontos que estão sendo julgados aqui. Precisamos regular este negócio e colocar ativos digitais dentro do nosso quadro financeiro existente.”

O ex-CEO e fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, foi preso nas Bahamas no fim de semana depois que a Polícia Federal dos EUA solicitou sua extradição do país de origem da FTX. Agora ele está sob investigação e enfrenta oito acusações criminais

Publicidade

O magnata cripto com a reputação manchada foi chamado para testemunhar na audiência antes da sua detenção, mas se recusou a falar—apesar de concordar em participar de uma audiência da Comissão da Câmara que aconteceu sem ele ontem. Ele disse anteriormente que seu testemunho provavelmente seria “decepcionante.”

Sobre o caso, a Binance enviou o seguinte posicionamento abaixo:

Houve uma série de declarações imprecisas na audiência de hoje do Comitê Bancário do Senado americano. Para começar, uma questão foi levantada tentando estabelecer uma conexão entre a Binance e o governo chinês. Para que fique claro, a Binance não é uma empresa chinesa – nem está conduzindo negócios na China. A Binance é uma empresa internacional com grandes escritórios em Paris e Dubai e operações em dezenas de países em todo o mundo.

Além disso, foram feitas alegações de que a Binance está tentando evitar a regulamentação. Novamente, isso é completamente falso. A liderança da Binance vem dizendo repetidas vezes que o ecossistema cripto precisa de regulamentação para construir confiança e proteger os clientes.

A Binance já está registrada e licenciada para operar em 14 mercados globalmente, incluindo França, Espanha e Itália. Estamos trabalhando – e continuaremos trabalhando – ativamente com reguladores em todo o mundo no processo de regulamentação. Mantemos o compromisso de atuar em cumprimento a todas as regras locais.

Por fim, apesar das notícias recentes sobre saques, a Binance permanece em uma posição financeira muito robusta. Nossa estrutura de capital não tem dívidas e os ativos do usuário são todos garantidos 1:1 para que, assim, sempre tenhamos fundos mais do que suficientes para atender às solicitações de saques.

Publicidade

Ao longo do último ano, enquanto outras empresas de cripto compravam anúncios do Super Bowl, patrocinavam equipes esportivas e pagavam pelo endosso de celebridades, a Binance se concentrou em enfrentar o inverno cripto mantendo reservas significativas e investindo em uma força de trabalho comprometida com a segurança e o compliance.

*Atualização: a reportagem foi alterada após a publicação para incluir o posicionamento da Binance.

**Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Participe da comunidade de criptomoedas que mais cresce no Brasil. Clique aqui e venha conversar no Discord com os principais especialistas do país.

VOCÊ PODE GOSTAR
SBF da FTX no Congresso dos EUA

Criador da FTX diz que divide presídio com assassinos e brinca que arroz virou moeda com “boas oportunidades” de arbitragem

Sam Bankman-Fried, fundador da FTX, falou sobre sua vida na prisão, a visão diferenciada que tem sobre o que poderia ter sido sua vida e sua tentativa de apelação da condenação
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoin da rede Solana com tema GameStop sobe 1.900% e desperta febre do GME

A memecoin GME decolou na segunda-feira (13), entregando retornos consideráveis, superando os das ações da GameStop
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita