Imagem da matéria: Bancos falharam ao tentar matar criptomoedas e agora estão aderindo, mostra NY Times
Foto: Shutterstock

“Moedas digitais, que permitem que indivíduos contornem bancos na hora de fazer transferências, vendas e negócios, ao permitirem a conexão de pessoas de forma instantânea e sem um intermediário, estão ameaçando tomar o poder de regular dos bancos centrais”.

A análise foi feita em uma reportagem do jornal The New York Times publicada na segunda-feira (01), com o título “Bancos tentaram matar as criptos e falharam. Agora estão aderindo (lentamente)”.

Publicidade

A reportagem relembrou que em 2014 o CEO do JP Morgan, maior banco dos EUA, chamou o Bitcoin de “terrível” reserva de valor e que era usada para atividades ilícitas. As coisas mudaram desde então.

Segundo apuração do veículo, os bancos passaram a adotar duas estratégias após verem que o universo de criptomoedas chegou para ficar: dar um jeito de oferecer cripto para seus clientes e acionar seus lobistas para que sejam criadas regras de regulação que os favoreçam.

Conforme afirma o The New York Times, os lobistas dos bancos estão pressionando duramente para que as companhias de criptomoedas que oferecem serviços de transferência de ativos e outros produtos parecidos com os dos bancos passem a ser sujeitas as mesmas regras.

Para as instituições mais tradicionais, se isso não for feito, essas empresas terão vantagens de forma injusta na competição do mercado financeiro.

Publicidade

Outro exemplo de esforço em conjunto dos bancos para domar o mercado de criptomoedas: a Associação Americana dos Bancos, que representa as maiores instituições financeiras dos EUA, alertou o Comitê de Serviços Financeiros do Congresso que as consequências negativas de criar uma moeda digital emitida pelo Banco Central (CBDC) podem ser “muito graves”. A associação alega que o dólar já é em grande parte digital hoje em dia.

O jornal aponta alguns números sobre as criptomoedas. Existem atualmente mais de 75 milhões de usuários de Bitcoin nos Estados Unidos e, globalmente, já são 220 milhões de pessoas segundo o portal Crypto.com.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Celular com logotipo da BInance

Binance vai suspender saques e depósitos de Ethereum para manutenção; veja data e hora

No planejamento da Binance, os serviços serão reabertos assim que a rede for considerada estável
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX é condenado a 7,5 anos de prisão — mas poderá ficar com seu Porsche

Ex-diretor da FTX é condenado a 7,5 anos de prisão — mas poderá ficar com seu Porsche

Ryan Salame, o ex-colaborador da FTX de Sam Bankman-Fried, foi condenado a 90 meses de prisão nesta terça-feira
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins