Imagem da matéria: Banco Original lança conta digital para MEI e oferece maquininha da Cielo de graça
(Imagem: Reprodução/Facebook)

O Banco Original lançou a ‘Original Empresas’, uma plataforma que permite a utilização de uma mesma conta para pessoa física e jurídica, publicou o Infomoney na quarta-feira (3). Conforme a reportagem, o produto oferecerá a maquininha de pagamentos da Cielo de graça.

“Esse é um nicho crescente de mercado, mas pessoas nessas condições ainda são tratadas de forma totalmente segregada nos bancos e acaba saindo bem mais caro”, disse à Reuters, o diretor-executivo de tecnologia e produtos do Original, Raul Moreira.

Publicidade

Por um único aplicativo, empreendedores das modalidades EI (empreendedor individual), MEI (microempreendedor individual) ou EIRELI (empresa individual de responsabilidade limitada), poderão gerenciar as contas de pessoa física e pessoa jurídica.

Segundo a agência, a unificação procura evitar problemas comuns, como confundir as transações bancárias pessoais com as do próprio negócio — um mesmo gerente será responsável pelas duas contas.

Inicialmente, o usuário terá que pagar uma tarifa de R$ 39,90 por mês. Caso tenha interesse no uso ilimitado da Conta Jurídica, o valor sobe para R$ 79,90.  

Segundo o Infomoney, desde o pré-lançamento, o produto já é utilizado por 10 mil clientes.

Antonio Mauricio Maurano, diretor-executivo do segmento pessoa jurídica varejo do Original, disse que um dos pontos da nova ação era prover uma identidade empresarial aos clientes.

Publicidade

Ele disse:

“Esse foi o modelo que nós nos desafiamos a criar para atender essa massa de microempreendedores e dar a eles uma identidade empresarial, além de oferecer uma solução que possibilite independência financeira entre as contas física e jurídica”.

Banco mudou com nova direção

Quando surgiu, em 2016, o Banco Original tinha como foco o público de alta renda. O alvo tem mudado desde que o ex-CEO do Banco do Brasil, Alexandre Abreu, assumiu o comando do Original, no final de 2018.

Estima-se que há 8 milhões de microempreendedores e autônomos no Brasil, boa parte deles presos aos bancos tradicionais.

Esses correntistas procuram novas oportunidades de mercado, o que tem levado o setor de pagamentos no Brasil a cortes cada vez maiores nas taxas bancárias.

O Original, que chegou a sugerir a faixa de R$ 7 mil mensais como pré-requisito para abertura de conta, retirou essa necessidade. Ao mesmo tempo, o banco faz parcerias com diversas fintechs para aumentar a competitividade com os grandes bancos.

Publicidade

Ainda segundo a Reuters, a expectativa do Banco Original é chegar em 2020 com 5 milhões de clientes, o que significaria um crescimento de 300% da base atual de usuários.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Imagem da matéria: Justiça nega pedido de liberdade para PM acusado de vender armas ao "Faraó do Bitcoin"

Justiça nega pedido de liberdade para PM acusado de vender armas ao “Faraó do Bitcoin”

Réu é acusado de ser responsável pela segurança do criador da GAS Consultoria e vender armas para a organização criminosa
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”