Imagem da matéria: Banco do Brasil vai fechar conta da Bitpreço um mês após corretora perder banco Inter
Foto: Shutterstock

A história conturbada entre corretoras de criptomoedas e bancos ganhou um novo capítulo. Desta vez é a Bitpreço, que terá sua conta no Banco do Brasil fechada pela instituição.

Ao contrário de casos anteriores, desta vez o Banco do Brasil notificou a exchange por carta sobre o fechamento com uma antecedência de 30 dias — que começaram a contar a partir de quarta-feira (24). No final de maio, foi a vez do Banco Inter encerrar a conta da empresa — sem aviso prévio.

Publicidade

Como alternativa, a exchange orienta os clientes a utilizarem as contas no Brasil Plural ou Alterbank, além de operações com a stablecoin BRL.

Em contato com a reportagem, o COO da Bitpreço, André Hamada, afirma que o dinheiro ainda presente na conta é para o pagamento de taxas. E que já procura reverter o fechamento.

“Estamos conversando com os advogados para manter a conta aberta. É importante ter uma conta em um desses grandes bancos”.

A Bitpreço também teve problemas com o Itaú, que encerrou a conta sem aviso prévio no final de 2018. Neste e no caso do Inter, a exchange já recorreu à Justiça e os processos seguem em tramitação.

Publicidade

A Bitpreço tem um funcionamento diferente de outras exchanges. Além de realizar suas próprias transações, ela faz arbitragem entre corretoras parceiras, permitindo um preço menor para o cliente.

Questionado pela reportagem, o Banco do Brasil não respondeu até a publicação deste texto.

Banco do Brasil teve de reabrir conta

Em um caso recente, o Banco do Brasil foi obrigado pela Justiça em abril passado a reabrir a conta de uma outra exchange, a Bitcambio, que estava fechada desde o final de 2018.

O fato de o encerramento ter ocorrido no intervalo entre as festas de fim de ano, quando o Judiciário está em recesso, gerou ainda mais estranhamento.

Embora o ganho de causa da Bitcambio datasse de outubro de 2019, o Banco do Brasil insistiu em não se manifestar no processo, levando a Justiça a decretar revelia — quando não é apresentada defesa.

Publicidade

Apesar da liberação da conta da corretora, o Banco do Brasil recorreu da decisão, levando o caso para a segunda instância.


BitcoinTrade: Negocie criptomoedas com segurança e agilidade!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. 95% dos depósitos aprovados em menos de 1 hora! Acesse: bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Volume de negociação de 'Notcoin' ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Volume de negociação de ‘Notcoin’ ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Jogo Notcoin, baseado no Telegram, lançou mais de 80 bilhões de tokens para cerca de 35 milhões de jogadores em um airdrop
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Imagem da matéria: Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

“Alcançamos nosso objetivo e agora, de acordo com o planejado, é hora de nos aposentarmos”, disseram os desenvolvedores do drenador de carteiras cripto
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai após Mt. Gox mover US$ 9 bilhões em BTC

A grande movimentação de Bitcoin pela Mt. Gox é um sinal de que, muito em breve, os investidores lesados pelo hack de 2014 serão ressarcidos