Imagem da matéria: Banco digital BS2 encerra parceria com Flamengo e mira mercado gamer
Foto: Shutterstock

Prestes a deixar o Flamengo como patrocinador master, o banco digital BS2 anunciou uma parceria com duas equipes brasileiras de gamers. Segundo comunicado, a empresa vai patrocinar as equipes de eSports Vivo Keyd e Pain Gaming.

De acordo com o BS2, já no próximo final de semana a instituição vai estampar os uniformes dos atletas na semana no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL). A competição é organizada pela empresa desenvolvedora jogo, a americana Riot Games.

Publicidade

O BS2 não informou sobre possíveis valores que serão aportados nas parcerias, mas, conforme a nota, uma das primeiras ações será isentar de taxas os streamers.

Segundo banco, as taxas se referem a ordens de pagamento daqueles que optarem por receber pela conta internacional do BS2 para receber dividendos da Twitch, Facebook Gaming e Google Ads.

Outra ação, disse o banco, são os GiftCards que o BS2 disponibilizará para que os usuários possam adquirir créditos dos principais jogos do mercado.

Luís Moura, coordenador de marketing do Banco BS2, destacou os planos de BS2 ser um grande parceiro da comunidade gamer.

Publicidade

“Nossa inserção no universo dos esports é algo bem em linha com a nossa visão estratégica de se tornar um grande parceiro de todo o ecossistema gamer”, disse.

Atualmente as equipes Vivo Keyd e Pain Gaming contam com as modalidades de: League of Legends, Free Fire, CS:GO, Clash Royale e RaibownSix.

Ainda de acordo com o BS2, a  instituição criou perfis diferenciados nas redes sociais e vai ajudar na produção de conteúdo para a comunidade gamer.

BS2 deixa Flamengo

Depois de mais de um ano de parceria, o BS2 anunciou que os negócios com o clube rubro-negro se encerram nesta terça-feira (30). Conforme consta no site da empresa, o decisão foi tomada em comum acordo.

Publicidade

Segundo a empresa, os serviços do banco para os clientes BS2 Flamengo continuam sendo prestados normalmente através do app. “Cartão, conta e todos os serviços seguem ativos”, diz a instituição.

O fim da parceria também foi anunciado pelo Flamengo no fim de maio. Conforme reportou o UOL, o clube ressaltou que o BS2 também deixaria de patrocinar o time feminino e as categorias de base.

Banco permite conta internacional

No fim do ano passado, o BS2, cuja sede fica em Belo Horizonte (MG), passou a permitir a abertura de conta internacional, em dólar, para pessoa física que tinha conta na instituição no Brasil

Segundo a instituição na época, a necessidade fazia parte das exigências dos órgãos brasileiros que regulam o setor financeiro.

Os serviços disponíveis na conta internacional BS2 são: conversão de moeda entre contas BS2; envio e recebimento de transferências internacionais; extrato digital, entre outros.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Celular com logotipo da Receita Federal sobre notas de reais

Receita alerta sobre golpe do “erro na declaração” do Imposto de Renda; veja como se proteger

Os criminosos informam supostos erros em declarações para induzir a vítima a baixar um arquivo malicioso
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Quase 80% dos brasileiros desejam mais regulamentação em cripto, aponta pesquisa

Pesquisa que abrangeu América Latina teve 827 respondentes no Brasil, entre usuários e não usuários de criptomoedas
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação
Imagem da matéria: Scarpa quer desfecho de ação contra Willian Bigode por golpe cripto: “Já passou da hora”

Scarpa quer desfecho de ação contra Willian Bigode por golpe cripto: “Já passou da hora”

O jogador do Atlético Mineiro está desde o ano passado atrás dos valores investidos na WLJC Gestão Financeira através de Bigode