Smartphone e tela de computador alinhados mostram logotipo da Silvergate
Foto: Shutterstock

Em meio a uma “crise de confiança” em todo o setor cripto, o banco de criptomoedas Silvergate Capital anunciou nesta quinta-feira (5) que cortará 40% de sua força de trabalho e abandonará alguns projetos — incluindo uma solução de pagamento baseada em blockchain desenvolvida com base no fracassado projeto Diem da Meta.

As ações da Silvergate caíram 40% nas negociações de pré-mercado, após a empresa de San Diego, na Califórnia ter dito que os depósitos de cripto caíram para apenas US$ 3,8 bilhões nos últimos três meses de 2022, em comparação com quase US$ 12 bilhões no trimestre anterior.

Publicidade

“Este [período] foi uma desalavancagem muito mais generalizada do ecossistema que obviamente culminou com o colapso do FTX”, disse Alan Lane, presidente-executivo da Silvergate em uma teleconferência após o anúncio.

“Quando você coloca tudo isso em contexto, o que vimos são muitos atores institucionais — houve apenas uma crise de confiança”, acrescentou.

Após o colapso da FTX e o efeito dominó resultante de falhas em todo a indústria cripto, Silvergate disse que US$ 150 milhões de seus depósitos eram de clientes que pediram falência.

Demissões no Silvergate

Agora, o banco anunciou que vai demitir 200 funcionários, cerca de 40% de sua força de trabalho. Em um comunicado divulgado ao mercado de ações na quinta-feira, a Silvergate disse que aumentou o número de funcionários “em um ritmo rápido” no ano passado, mas agora precisa se ajustar às “atuais realidades econômicas enfrentadas pela indústria de ativos digitais”.

Publicidade

As demissões custarão US$ 8 milhões para serem concluídas, mas Lane disse que é “muito cedo” para dizer o quanto de dinheiro será economizado.

O grupo também abandonará certos projetos, incluindo seus planos para uma solução de pagamento baseada em blockchain. A decisão significa que serão necessários US$ 196 milhões em tecnologia adquirida do projeto Diem da Meta, que falhou.

“Ainda há pessoas no projeto”, disse Lane em relação a Diem. “Enquanto estamos sentados aqui hoje, obviamente teremos que continuar avaliando.” Ele acrescentou que, no ambiente operacional atual, “será realmente desafiador trazer um dólar tokenizado […] para o mercado em breve.

A Silvergate já havia saído de um negócio de empréstimos hipotecários para armazéns no final do ano passado, devido ao aumento das taxas de juros e à queda nos volumes de hipotecas. “Neste momento, não podemos comentar se o primeiro trimestre será realmente lucrativo”, disse Lane na teleconferência.

Publicidade

Silvergate e FTX

A exchange de criptomoedas falida FTX foi responsável por cerca de US$ 1 bilhão dos ativos mantidos pelo Silvergate de clientes de ativos digitais até o final do terceiro trimestre de 2022.

Lane disse na época da implosão da FTX em novembro que a relação entre as partes estava “limitada a depósitos”. Mas isso não impediu que os analistas do Morgan Stanley rebaixassem sua classificação do negócio no mês passado, pois previam uma queda nos depósitos em meio às consequências do FTX.

A empresa também recebeu uma ação coletiva alegando que violou seu dever fiduciário com relação aos depósitos feitos pela FTX e sua empresa-irmã Alameda Research. Outros escritórios de advocacia também estão preparando possíveis ações legais.

Respondendo a uma pergunta na ligação de quinta-feira sobre os processos, Lane disse: “Há muito FUD por aí, muita desinformação, mas somos uma instituição financeira regulamentada operando neste espaço há nove anos, então obviamente levamos nossa responsabilidade muito a sério”.

*Traduzido pelo Portal do Bitcoin com autorização do Decrypt

Como será o mercado de criptomoedas em 2023? Clique aqui e descubra no relatório gratuito do time de Research do MB

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas
Craig Wright posa para foto

Craig Wright mentiu “extensiva e repetidamente” sobre ser o criador do Bitcoin, diz juiz

“As tentativas do Dr. Wright de provar que ele era/é Satoshi Nakamoto representam um abuso muito sério do processo deste tribunal”, disse o juiz
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem