Imagem da matéria: Banco da China no Brasil recebe injeção de R$ 222 milhões e mantém nota de crédito
(Foto: Shutterstock)

A agência de classificação de risco Standards & Poor’s (S&P) manteve em nível máximo (AAA) a nota de crédito do Banco da China Brasil SA. Em março, a instituição recebeu injeção de capital de R$ 222 milhões de seu controlador, o Bank of China, com aval do Banco Central brasileiro.

“Com a injeção de capital, esperamos que o Banco da China mantenha níveis mais confortáveis de capitalização nos próximos dois anos”, escreveu a agência no comunicado à imprensa, no último dia 19.

Publicidade

De acordo com a S&P, o rating da instituição continua refletindo a expectativa da agência de que seu controlador vai prover suporte extraordinário à subsidiária sob quaisquer circunstâncias previsíveis.

“Exceto em um evento de dificuldades (distress) do governo soberano brasileiro”, escreveu.

Ainda segundo a S&P, a injeção de capital resultou em uma melhora significativa na capitalização da subsidiária. Um exemplo disso, explicou, foi promover maior conforto em relação ao crescimento expressivo que a agência espera para a carteira do banco neste ano.

Conforme detalhou, a carteira tem se beneficiado da volatilidade do câmbio e da busca de grandes empresas por crédito para originar novos créditos à exportação e para capital de giro. 

“Nesse contexto, reafirmamos o rating de crédito do emissor ‘brAAA’ na Escala Nacional Brasil atribuído ao Banco da China. A perspectiva continua estável”, escreveu a agência. A escala da S&P vai de AAA (bom pagador) a D (risco de calote).

Publicidade

Banco foi bem em 2019

De acordo com a agência de classificação de risco, o Banco da China Brasil encerrou o ano de 2019 com um patrimônio de referência de Nível I, de R$ 125 milhões.

Esclareceu, ainda, que a instituição tem se beneficiado em 2020 da volatilidade do câmbio e da busca de grandes empresas por crédito para originar novos créditos à exportação e para capital de giro.

Isso, segundo a S&P, gera um aumento significativo em sua pequena carteira de ativos de crédito durante os primeiros meses do ano.

“Esperamos que o Banco da China apresente em 2020 um lucro em linha com o apresentado em 2019, balanceando as lucrativas oportunidades com o câmbio volátil e um cenário mais desafiador da economia brasileira neste ano”, concluiu.

Publicidade

O Banco da China (Brasil) S.A. foi fundado e inscrito no Banco Central em 13 de março de 2009, e foi a primeira instituição financeira do gigante asiático a operar na América do Sul.

Banco chinês no Brasil

No início do ano, o grupo chinês Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG) anunciou o Parque Industrial de Pouso Alegre, Minas Gerais, como a sede do seu primeiro banco.

A instituição será focada no financiamento para a indústria, principalmente empresas chinesas e especialmente os fornecedores do grupo.

Contudo, eles também prometem atender as companhias brasileiras de setores ligados à infraestrutura, como mineração e construção civil.

Os chineses do XCMG faturam cerca de US$ 30 bilhões por ano com a fabricação de máquinas pesadas.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais