Imagem da matéria: Banco Central de Portugal faz alerta sobre riscos de investimento em criptomoedas
Foto: Shutterstock

O Banco Central de Portugal emitiu um alerta nesta quarta-feira (24) em relação ao investimento em Bitcoin (BTC) e nas demais criptomoedas. No documento, a instituição faz uma série de considerações sobre o tema, instigado pela volatilidade recente no preço dos ativos digitais.

A instituição lembrou que os criptoativos não possuem curso forçado no país; o que significa que não são legalmente aceitos como meios de pagamento.

Publicidade

Além disso, o BC português reforça que as moedas digitais não possuem lastro oficial ou sequer proteção em caso de disputas judiciais. Logo, os investidores que enfrentarem problemas em relação ao seu portfólio estarão sujeitos ao entendimento particular dos juízes, caso a caso. Isso inclui situações de reembolsos, tendo em vista que não há uma norma que garanta o valor nominal dos criptoativos perante a Justiça portuguesa ou europeia.

Outra situação preocupante, na visão do Banco de Portugal, está relacionada à clareza das informações propagadas na internet sobre as criptomoedas. “A informação […] pode ser inexata, incompleta ou pouco clara, e a formação do preço destes ativos é, frequentemente, pouco transparente.”

Volatilidade do Bitcoin preocupa BC português

O Índice de Preço do Bitcoin mostra que o valor da criptomoeda variou de maneira intensa durante todo o mês de fevereiro. A oscilação foi, aproximadamente, de US$ 26 mil ou R$ 140 mil num período de 24 dias.

Preço do Bitcoin em fevereiro (Portal do Bitcoin)

No anúncio, o BC faz referência à variação no preço do ativo. “A maior parte dos ativos virtuais está sujeita a uma enorme volatilidade. […] Não existe um fundo que cubra eventuais perdas dos seus utilizadores, […] Como tal, o utilizador de ativos virtuais pode perder grande parte ou a totalidade do capital investido.” A queda no preço do Bitcoin causou a liquidação de US$ 1,6 bilhão dos investidores que apostavam na alta da moeda.

Publicidade

Além desse alerta, o Banco de Portugal mantém uma página com esclarecimentos a respeito das moedas digitais. Inclusive, a instituição associa esses ativos com atividades ilícitas, como a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tom Brady é ridicularizado por ligação com FTX em especial da Netflix

Tom Brady é ridicularizado por ligação com FTX em especial da Netflix

Brady e sua ex-esposa, Gisele Bündchen, adquiriram uma participação acionária na falida FTX em 2021
Senado, Congresso, Câmara dos Deputados, Brasília, Parlamento

Projeto de Lei quer proibir uso de criptomoedas fruto de crimes durante processo penal

Deputado autor do PL afirma que em muitos casos, mesmo durante a investigação, acusados continuam a movimentar recursos do crime
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai para US$ 60 mil; Trump defende criptomoedas e faz memecoin subir 155%

Manhã Cripto: Bitcoin cai para US$ 60 mil; Trump defende criptomoedas e faz memecoin subir 155%

No Brasil, investidores reagem à decisão do Copom de reduzir em 0,25 ponto percentual a taxa básica de juros (Selic)