Imagem da matéria: Baleia anônima transfere quase R$ 1 bilhão em Bitcoin e paga taxa de R$ 10
Foto: Shutterstock

Na tarde de segunda-feira (3), um investidor foi capaz de transacionar quase R$ 1 bilhão em bitcoin em uma única transação, pagando uma taxa ínfima de apenas R$ 10.

A movimentação de alto valor chamou atenção do Whale Alert, perfil do Twitter que rastreia grandes transações na blockchain do bitcoin. 

Publicidade

Segundo o perfil, foram 9,426 BTC transferidos de um endereço anônimo para outro cujo detentor também é desconhecido. Dessa forma, não é possível afirmar que o bitcoin foi enviado para uma corretora para ser vendido no mercado, e pode se tratar de uma realocação de fundos entre carteiras de propriedade da mesma baleia — termo que se refere a investidores com grandes balanços de criptomoedas.

Na atual cotação, de R$ 103,1 mil do bitcoin, nesta terça-feira (4), a quantia movimentada ontem equivale a R$ 972,3 milhões. Para transacionar todo esse volume, a baleia pagou uma taxa de 0.00010712 BTC, que representava apenas R$ 10,60 no momento da transação.

Taxa da rede do Bitcoin poderia ser ainda menor

As baixas taxas cobradas do investidor para ter sua transação adicionada na blockchain reflete um momento de tranquilidade na rede do bitcoin.

De acordo com o gráfico do BitInfoCharts, a taxa média de transação da criptomoeda líder do mercado mostrou pouca oscilação desde o início do ano, sem ultrapassar o nível de US$ 2 desde agosto.

Publicidade

A baleia, na verdade, poderia ter pago uma taxa ainda menor por sua transação de ontem, já que naquele momento a taxa média cobrada pela rede do bitcoin estava por volta de 0.000041 BTC (R$ 4,18).

A taxa um pouco maior paga pelo investidor se deve ao fato de ele usar um endereço mais antigo do bitcoin (P2PKH) ao invés de um baseado no padrão Segwit, que confere taxas mais econômicas ao usuário. 

“Essa transação poderia economizar 46% em taxas ao atualizar para o SegWit-Bech32 nativo ou 34% ao atualizar para o SegWit-P2SH”, aponta o site Blockstream na página de detalhes da transação.

O endereço do investidor anônimo em questão foi criado em dezembro de 2018 e já recebeu cerca de 230 transações. Até o final de setembro, essa baleia aparecia na 73ª posição no ranking do BitInfoCharts das maiores carteiras de bitcoin do mundo, quando detinha pouco mais de 11 mil BTC.

Publicidade

As movimentações no início de outubro, no entanto, fizeram a baleia perder essa colocação, embora ainda armazene 700,9 BTC (R$ 72,2 milhões) no seu endereço de origem.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
moedas de bitcoin e ethereum sobre mesa envernizada

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 70 mil e Ethereum desacelera após maior salto em mais de um mês

Traders de criptomoedas pisam no freio nesta terça-feira (9) depois do rali do Ethereum durante a madrugada
Uniswap, venture, criptomoedas, investimentos, web3

Manhã Cripto: Token da Uniswap despenca 17% após alerta de processo da SEC e Bitcoin recupera os US$ 70 mil

CEO da Uniswap, Hayden Adams, disse não estar surpreso, “apenas irritado, desapontado e pronto para lutar”
silhueta de homem com celular e logo da coinbase no fundo

Coinbase entra com recurso contra decisão em caso contra a SEC

Ao interpor o recurso, a Coinbase alega motivos substanciais para divergências de opinião, segundo disse o site The Block citando uma pessoa familiarizada com o caso
Imagem da matéria: Berachain: a mais recente rival de Ethereum e Solana que arrecadou muito dinheiro

Berachain: a mais recente rival de Ethereum e Solana que arrecadou muito dinheiro

Fundada por desenvolvedores com nomes com temas de urso, Berachain é construída no Cosmos SDK e pretende ser a próxima grande cadeia de camada 1