Imagem da matéria: Associação Brasileira de Criptoeconomia muda diretoria e nomeia dois novos executivos
Foto: Shutterstock

A Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto) mudou a diretoria executiva da entidade. Fernando Bresslau, que foi o primeiro country manager da Ripio no Brasil, agora assume o lugar de Safiri Felix, que passa a ser apenas conselheiro.

Outra novidade, segundo a assessoria de imprensa da entidade, é a chegada do advogado Rodrigo Monteiro, especialista em Regulação, Governança Corporativa, Mercado Financeiro e de Capitais, como responsável pelo Relacionamento Institucional.

Publicidade

Monteiro terá a missão de estreitar os laços estabelecidos com o Poder Público e marcar a presença do setor em Brasília.

Ambos os executivos vêm do setor de inovação e fintechs. Bresslau atua com Venture Capital e Startups desde 2011, tendo passado por fundos de investimento, aceleradoras e grupos de investidores anjo como Ideiasnet, ACE e GVAngels, que ajudou a estruturar. Desde 2016 abraçou o mercado das criptomoedas. Hoje trabalha na cLabs, empresa californiana que promove e divulga o uso do blockchain celo.

Safiri foi contratado pela Transfero e irá atuar na parte de Produtos e Parcerias da empresa.

VOCÊ PODE GOSTAR
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo