Imagem da matéria: As quatro tecnologias da blockchain: armazenamento, criptografia, contratos e consenso
Foto: Shutterstock

A tecnologia Blockchain é frequentemente descrita como Internet 3.0. O que começou como evolução pode eventualmente se tornar uma revolução. Essencialmente, essa tecnologia tem o potencial de revolucionar dramaticamente os negócios.

Neste artigo, o foco principal é identificar e explicar as tecnologias subjacentes da blockchain. A partir dessas descrições, será mais fácil compreender as qualidades transformadoras de sua tecnologia.

Publicidade

O que é blockchain

A Blockchain pode ser descrita como um livro compartilhado descentralizado de dados imutáveis, onde algoritmos robustos protegem transações e o algoritmo de consenso suporta o status do sistema.

Em uma perspectiva geral, blockchain é simplesmente uma cadeia de blocos contendo informações.

O projeto inicial de desenvolvimento foi publicado em 1991, com o objetivo de fornecer capacidade de registrar a data e a hora de documentos digitais para evitar adulterações.

Independentemente de quão inovadora essa tecnologia fosse na época, não foi até Satoshi Nakamoto se candidatar a desenvolver uma criptomoeda, o Bitcoin, que seu verdadeiro potencial foi identificado.

Então, quais são as tecnologias críticas por trás da blockchain?

A Blockchain certamente não é mágica. Em vez disso, é suportada por quatro tecnologias cruciais — o argumento de que ela é uma única tecnologia é uma deturpação.

Publicidade

As quatro tecnologias em questão são:

  • Armazenamento de dados distribuídos
  • Algoritmos criptografados
  • Contratos inteligentes
  • Mecanismo de consenso.

Armazenamento de dados distribuídos

O armazenamento compartilhado na blockchain implica que o usuário possui um armazenamento de dados completo e autônomo.

Sua distinção se reflete principalmente em dois aspectos. Em primeiro lugar, todos os nódulos da blockchain mantêm informações completas em uma estrutura de blockchain.

Em segundo lugar, o armazenamento de todos os participantes da blockchain é independente e igual em termos de status.

É essencial observar que depende do mecanismo de consenso para garantir a consistência do armazenamento.

Algoritmos criptografados

Os algoritmos criptografados assimétricos são usados principalmente na blockchain. Eles finalizam a criptografia e a descriptografia empregando duas cifras assimétricas, comumente descritas como chaves públicas e privadas.

Embora o controle de compartilhamento de chave do algoritmo de criptografia assimétrica seja direto, os processos de criptografia e descriptografia são lentos. Os algoritmos de criptografia assimétrica populares são RSA, ECC e SM2.

Contratos inteligentes

Este é um protocolo de negociação gerado por máquina, que permite a finalização das cláusulas do contrato, o que passa a ser um componente crítico da blockchain.

Publicidade

O uso de contratos inteligentes pode minimizar o custo do gerenciamento, além de diminuir o risco de discordâncias desnecessárias, uma vez que todas as ações podem ser tomadas precisamente sob contratos inteligentes.

Mecanismo de consenso

Este conceito refere-se aos algoritmos, protocolos e diretrizes que descrevem o procedimento de consenso. Ele garante que as informações contidas em todos os nódulos em uma blockchain não sejam bifurcadas.

Esse aspecto garante que os dados em questão sejam consistentes e a rede seja confiável. Os principais mecanismos de consenso incluem Prova de Trabalho (PoW), Prova de Participação (PoS) e Prova de Participação Delegada (DPoS).

Sobre o autor

Fares Alkudmani é formado em Administração pela Universidade Tishreen, na Síria, com MBA pela Edinburgh Business School, da Escócia. Desde janeiro de 2019 atua na empresa de criptomoedas Changelly como gerente geral para a América Latina.

VOCÊ PODE GOSTAR
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024