michael saylor microstrategy
Ilustração de Michael Saylor, fundador da MicroStrategy (Foto: Reprodução/Twitter)

A empresa de tecnologia MicroStrategy, maior detentora corporativa de Bitcoin do mundo, tem muito a comemorar nesta semana. Com o BTC valendo atualmente cerca de R$ 206 mil (US$ 42 mil), a empresa liderada pelo presidente executivo Michael Saylor acumula um lucro de aproximadamente R$ 10 bilhões (US$ 2 bilhões).

Sua última compra de Bitcoin foi anunciada no fim de novembro. Naquela altura, os números já eram de cair o queixo — foram mais de R$ 3 bilhões (US$ 593,3 milhões) em novos aportes na maior criptomoeda do mundo, totalizando 16.130 novos BTCs em carteira. Na ocasião, a estimativa de preço médio por cada unidade foi de US$ 36.785.

Publicidade

Conforme apontou um relatório na ocasião, a empresa controla agora 174.530 BTCs avaliados na semana passada em US$ 5,28 bilhões. Com o BTC nas alturas agora, as participações da MicroStrategy subiu para cerca de US$ 7,3 bilhões.

Os lucros da MicroStrategy com Bitcoin

A estratégia de longo prazo da MicroStrategy de investir em Bitcoin tem se mostrado vitoriosa. Embora tenha começado o ano com um prejuízo trimestral, o preço de suas ações dobrou no início de novembro.

Nesta segunda-feira (4), por exemplo, as ações da empresa — NASDAQ: MSTR — também estão em alta. Conforme anotado pelo site CoinDesk, o MSTR foi negociado acima de 6%.

O fundador e então CEO da empresa, Michael Saylor começou a comprar o ativo para os caixas da empresa em agosto de 2020, como proteção contra a inflação.

Publicidade

Em abril, os investimentos em BTC já estavam no azul. O preço do Bitcoin havia ultrapassado os US$ 30 mil e a empresa já havia superado US$ 4 bilhões em investimentos no ativo. 

Como reflexo do bom desempenho do Bitcoin, as ações da MicroStrategy batem o maior preço em quase dois anos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Federal Reserve não deve cortar taxa de juros, já que os dados da inflação ainda não estão no cenário ideal para as autoridades dos EUA
Edificio do BCE

Manhã Cripto: Bitcoin segue alta e busca máxima histórica com corte de juros na Europa

Banco Central Europeu (BCE) reduziu 25 pontos percentuais de cada uma das suas três principais taxas de juros
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Bernstein eleva projeção e vê Bitcoin em US$ 200 mil até 2025

Para o longo prazo, os analistas preveem que cada Bitcoin pode valer US$ 500 mil até o final de 2029 e US$ 1 milhão até 2033
Imagem de Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como Faraó do Bitcoin

Gilmar Mendes mantém prisão de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria

A defesa do ‘Faraó do Bitcoin’ alegou problemas psiquiátricos e uso de medicamento controlado, além de questionar a jurisdição acerca da competência para os processos