Imagem da matéria: Apesar do hype, tokens de inteligência artificial estão indo de mal a pior  
(Imagem: Decrypt)

Até mesmo a inteligência artificial (IA) não consegue tomar uma decisão às vezes. A indústria gerou muita expectativa, mas as criptomoedas relacionadas à tecnologia não estão mais registrando grandes ganhos.

O fornecedor de dados cripto Kaiko afirma que o interesse por tokens afiliados à IA permaneceu estável, apesar dos bilhões de dólares que foram investidos em startups da área neste ano.

Publicidade

No geral, os especialistas apontam que o interesse está em baixa, embora, à segunda vista, os números contem uma história mista.

Segundo a analista da Kaiko, Dessislava Ianeva, o interesse total por cinco dos principais tokens de IA (referindo-se a FET, GRT, RNDR, OCEAN e ROSE) caiu de US$ 170 milhões no início do ano para apenas US$ 60 milhões em agosto.

Também vale mencionar Worldcoin (WLD), que apesar do lançamento controverso e muito aguardado ter causado um aumento momentâneo no interesse, ele rapidamente desapareceu. Seu token WLD teve um desempenho inferior ao do Bitcoin e da maioria das altcoins, registrando a maior queda de mais de 50%.

As razões por trás da queda

A queda entre os tokens de IA, diz Ianeva, deve-se a uma mudança no apetite global por risco.

A analista diz que a queda foi impulsionada principalmente por preocupações relacionadas à China, um país que tem causado temores devido à sua suposta desaceleração econômica.

Publicidade

“A China está afetando o sentimento de risco”, explicou Ianeva, especialmente porque o mercado de criptomoedas carece de uma narrativa. Ela observou que, embora a NVIDIA tenha registrado receita recorde, “não conseguiu gerar entusiasmo”, o que indica que a falta de interesse é generalizada entre as indústrias de tecnologia.

As exceções

A Kaiko relatou que alguns projetos ganharam tração, especialmente o Fetch.ai (FET) e o Ocean Protocol, sendo que o primeiro registrou quase 90% de aumento no interesse aberto no mês anterior.

E embora o interesse aberto tenha caído recentemente, os volumes de negociação semanais para tokens relacionados à IA aumentaram consideravelmente em agosto. A Kaiko revelou que, após cair para mínimas anuais de US$ 570 milhões no final de julho, em agosto o volume saltou para US$ 870 milhões.

Esses números um tanto otimistas mostram uma “competição intensificada por capital dentro do mercado”, diz Ianeva. Considerando o cenário macroeconômico atual, que ela chama de “desafiador”, apenas “os projetos mais inovadores atrairão capital”.

Publicidade

No entanto, a analista se diz otimista em relação ao futuro próximo.

Ela disse ao Decrypt que “outubro é historicamente um dos melhores meses para criptomoedas”, e, com os mercados olhando para o futuro, os traders começarão a se posicionar para o halving do Bitcoin e os ETFs de Bitcoin à vista.”

Quanto ao ambiente macroeconômico, ela concluiu que “também pode ser mais favorável para ativos de risco, já que a taxa máxima do Fed já passou”.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

A Bakkt recorreu à ajuda de um consultor financeiro para tomar a decisão, embora ainda não tenha definido o seu próximo passo
algema se detaca à frente de fundo esboçado do logo da FTX

Executivo condenado da FTX diz que em breve vai dizer o que realmente aconteceu com corretora

O ex-executivo disse em tweets que foi tratado injustamente, mas também afirmou que não é uma “vítima”
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA
Letras que formam a sigla ETF próximas a uma moeda dourada de Bitcoin (BTC)

ETFs de Bitcoin quebram sequência de 19 dias de entradas e têm saídas de US$ 65 milhões

Em uma sequência recorde que durou um mês, ETFs de Bitcoin tiveram a entrada de cerca de US$ 4 bilhões, período em que o BTC se aproximou de sua máxima histórica