Imagem da matéria: Apenas 25% dos Bitcoins foram movimentados em 2018
(Foto: Shutterstock)

Durante todo este ano, durante uma correção de 69%, Apenas 25% dos Bitcoins foram movidos entre endereços, sugerindo que 75% não mudou de mãos.

Falando à Bloomberg, o co-fundador da Coin Metrics, Nic Carter, afirmou que o declínio na atividade de usuários do Bitcoin demonstra que o mercado ainda está em recessão. Menos novos investidores entraram no mercado desde o final de 2017.

Publicidade

Esse é quase um declínio de 58% na atividade de usuários do Bitcoin desde 2017, durante um período em que o BTC subiu para um novo recorde de US$ 20.000 e o mercado de criptomoedas atingiu uma capitalização de US$ 800 bilhões.

Os analistas esperavam que uma porcentagem maior do Bitcoin em circulação mudasse de mãos ao longo dos últimos 11 meses, apesar do fato de muitos novos investidores terem entrado no mercado por meio de plataformas alternativas, como os mercados futuros.

“Isso me diz que ainda estamos em uma recessão do Bitcoin”, disse Carter, acrescentando que uma queda na atividade do usuário permite a avaliação da liquidez real do ativo. “Acho que isso nos ajuda a avaliar a ‘verdadeira liquidez’ no sentido idealizado e global da carteira de pedidos. Até certo ponto, acho que permite calibrar mais ou menos o efeito de futuras entradas ”.

Nos mercados em baixa, Carter enfatizou que menos de 30% do BTC em circulação estão disponíveis ao público por meio de exchanges de criptomoedas, já que a grande maioria dos investidores tende a segurar seus investimentos visando o longo prazo.

Publicidade

Atualmente, o volume diário de transações do BTC é estimado em cerca de US$ 4 bilhões. Em seu pico em janeiro, o volume chegava a superar US$ 10 bilhões.

Lado positivo

Este ano, o Bitcoin sofreu uma de suas piores correções nos últimos anos, o quarto pior acidente nos últimos nove anos.

A decisão de muitos investidores no mercado de manter seus investimentos em Bitcoin, independentemente da queda de 69% no preço, demonstra confiança em relação à tendência de longo prazo da moeda dominante e, mais importante, que os investidores estão a considerando como um investimento de longo prazo em vez de focar no curto prazo.


Procurando o melhor lugar para fazer seus trades?

A Huobi, exchange líder em ativos digitais, chegou ao Brasil! Crie sua conta em menos de 1 minuto. Plataforma em português, mais de 150 altcoins, taxa de apenas 0,20%, liquidez e muita segurança, acesse: https://www.huobi.com/

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai para menos de US$ 61 mil com a iminência de reembolsos da Mt. Gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai para menos de US$ 61 mil com a iminência de reembolsos da Mt. Gox

“Esse excesso de até 140 mil BTC deve continuar a pesar sobre os mercados”, disse a QCP Capital sobre os pagamentos iminentes da Mt. Gox
Imagem da matéria: Bitcoin está queda, mas até que ponto deve cair? Especialistas respondem

Bitcoin está queda, mas até que ponto deve cair? Especialistas respondem

Ainda não atingimos o fundo, afirmam os analistas que preveem um aumento significativo do BTC até o final do ano
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

É a primeira vez desde o início de maio que o Bitcoin apresenta uma cotação tão baixa
Imagem da matéria: Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Analista da Foxbit avalia gráficos do Bitcoin e aponta que preços devem continuar pressionados ao longo da semana