Imagem da matéria: Amazon dos serviços em blockchain arrecada US$ 250 milhões em rodada de investimento
Foto: Shutterstock

Projetos cripto explodiram em 2021, assim como as empresas de infraestrutura em blockchain que servem de alicerce.

O exemplo mais recente é a Alchemy, com sede na cidade americana de Palo Alto, cuja rede foi lançada ao público há quase um ano, anunciou, nesta quinta-feira (28), uma enorme rodada de financiamento de US$ 250 milhões.

Publicidade

Alchemy foi fundada pelos ex-alunos de Stanford Nikil Viswanathan e Joe Lau, que trabalharam no Facebook e no Pinterest antes de alavancarem seu conhecimento no Vale do Silício para desenvolver uma empresa cripto de rápida evolução.

A dupla gosta de descrever Alchemy como “a AWS dos blockchains”, comparando sua empresa à universal plataforma de computação em nuvem da Amazon.

Embora a Alchemy tenha um interesse óbvio em fomentar a comparação com Amazon Web Services (AWS), a analogia não está incorreta.

Muitos dos maiores nomes em cripto (incluindo OpenSea, DapperLabs e Axie Infinity) dependem de suas ferramentas de software, como AWS, então Alchemy é muito rentável.

O que é Alchemy?

As ferramentas de software da Alchemy fornecem um kit pronto para uso para escalar aplicações cripto, principalmente no blockchain Ethereum.

Publicidade

Permitem que empresas cripto, tanto grandes como pequenas, acelerem tarefas complicadas e caras, como a depuração (ou “debugging”) e a escrita para os nós da rede.

Embora a empresa seja conhecida por fornecer serviços a usuários da Ethereum, Alchemy afirmou que planeja expandir para outros blockchains e já está trabalhando com Flow, um blockchain desenvolvido pela empresa de tokens não fungíveis (NFTs) Dapper Labs.

A rodada de financiamento “series C” (para reforçar suas operações e continuar crescendo) foi liderada por Andreessen-Horowitz (a16z) e é um dos maiores investimentos da empresa de capital de risco com foco em cripto até agora no setor de Web 3 (termo que descreve o mundo ainda em progresso dos serviços descentralizados de computação, alimentado pela tecnologia blockchain).

“Alchemy está crescendo a um ritmo impressionante porque oferece aos desenvolvedores uma plataforma para a criação de aplicações Web 3 que é confiável, escalável e fácil de usar”, afirmou Ali Yahya, sócio-geral da empresa.

Publicidade

O investimento de US$ 250 milhões vem após a Alchemy ter arrecadado US$ 15 milhões e US$ 80 milhões em rodadas anteriores, fazendo com que a empresa esteja avaliada em US$ 3,5 bilhões (um aumento de mais de seis vezes em comparação ao início do ano).

As empresas de capital de risco Lightspeed e Redpoint participaram da rodada “series C” como novos investidores, seguidos de apoiadores iniciais, que incluem celebridades, como Will Smith e Jay-Z.

De acordo com a Alchemy, a empresa está ganhando bastante dinheiro e não tocou nos US$ 80 milhões arrecadados em uma rodada “series B” (quando uma empresa atinge certos objetivos e não está mais na fase de ser uma startup) este ano.

Os maiores lucros da empresa vêm, em parte, do crescimento desproporcional aproveitado, incluindo um salto de 15 vezes na receita nos últimos seis meses.

Em agosto, a Alchemy pavimentou o caminho para ainda mais crescimento por meio de uma parceria com Polygon, focada no desenvolvimento de aplicações para o setor de Finanças Descentralizadas (DeFi).

Publicidade

Tudo isso sugere que as estrelas se alinharam de uma forma impressionante para a Alchemy e que a empresa está pronta para dominar o nicho de infraestrutura em blockchain.

Ainda é muito cedo para dizer se isso irá se concretizar (o Vale do Silício viu o fracasso de mais do que poucas startups com ideias “imperdíveis”) mas, por enquanto, Alchemy parece estar em direção a uma era de sucesso para Web 3.0.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização da Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Além da Nomad, Wise e Avenue admitem relação com banco que teve dados de clientes vazados

Além da Nomad, Wise e Avenue admitem relação com banco que teve dados de clientes vazados

O banco Evolve & Trust foi alvo de um ataque que resultou no vazamento de 33 terabytes de dados sobre clientes; empresas brasileiras estão entre as afetadas
Imagem da matéria: BitMEX se declara culpada de violar lei de sigilo bancário nos EUA

BitMEX se declara culpada de violar lei de sigilo bancário nos EUA

O Departamento de Justiça dos EUA disse que a BitMEX se envolveu em “evasão intencional” das leis combate à lavagem de dinheiro
Imagem da matéria: PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

Estima-se que foram importados para o país mais de 500 mil telefones celulares pela organização criminosa nos últimos cinco anos
Imagem da matéria: Pode a diferença de preço do Bitcoin entre Coinbase e Binance prever movimentos de mercado? | Opinião

Pode a diferença de preço do Bitcoin entre Coinbase e Binance prever movimentos de mercado? | Opinião

Marina Perelló explica de que modo o Coinbase Premium Index pode ser um indicativo para a previsão dos movimentos futuros do Bitcoin