Imagem da matéria: Alta histórica e terremoto na mineração: como foi o 2021 do Bitcoin
Foto: Shutterstock

O mercado de bitcoins (BTC) operou por um curto período na alta no fim deste ano. A semana começou em uma baixa, com o ativo indo para US$ 45.601 antes de subir para altas pontuais, atingindo US$ 51.773.

Na última newsletter da Glassnode de 2021, apresentamos uma revisão breve de como foi o ano para as blockchains corretoras, ativos e mineração.

Publicidade

Ao analisar 2021, parece ser um ano melhor descrito como macro e de alta consolidação temporal, em vez de um ano volátil.

Confira o sumário anual para o bitcoin:

– preços subiram 78,5% desde 1º de janeiro, com uma queda atual de 24,4% desde a alta recorde em 10 de novembro;

– o fornecimento total e atual está em um prejuízo de 3,480 milhões BTC, equivalentes a 18,34% de todo o fornecimento em circulação;

– saldos em corretoras tiveram um fluxo de saída anual de 67,8 mil BTC, uma queda de apenas 2,5%;

– detentores a Longo Prazo acrescentaram 1,846 milhão de BTC às suas alocações enquanto o fornecimento de Detentores a Curto Prazo caiu em 1,482 milhão de BTC;

Publicidade

– os Contratos Abertos em Futuros quase duplicaram, aumentando em US$ 9,57 bilhões (97%) enquanto a negociação de futuros caiu 16% para US$ 36,7 bilhões por dia;

– a taxa de hashes da mineração termina 2021 com uma alta anual de 27%, após se recuperar completamente de uma enorme migração, em que 53% dos mineradores tiveram de desligar suas máquinas imediatamente;

– enquanto isso, a receita agregada de mineradores subiu 58% no ano e mais de 440% desde o evento de halving em maio de 2020.

Preço do bitcoin em 2021 (Imagem: Glassnode)

Uma breve recapitulação do bitcoin em 2021

Conforme o bitcoin continuou em baixa depois da correção após a alta recorde, isso colocou uma enorme proporção do fornecimento a um prejuízo não realizado.

Publicidade

Moedas foram gastas e redistribuídas durante esse tempo, reorganizando a distribuição realizada de preço de taxa de transações não gastas, ou UTXO (URPF). Neste momento, cerca de 3,7 milhões de bitcoins, representando 19,5% do fornecimento, estão submersas.

É importante mencionar que um grupo com um volume razoavelmente grande foi estabelecido na faixa de preço desta semana, equivalentes a 2,214 milhões de BTC (11,7% do fornecimento).

Isso indica que um grau não trivial de demanda foi movimentada durante a consolidação, em que uma grande proporção de moedas foram negociadas entre US$ 45 mil e US$ 50 mil.

Distribuição de Preço Não Realizado em Transações não Gastas (UTXO) de bitcoin (Imagem: Glassnode)

Conforme o preço sobe até a extremidade superior da faixa de consolidação, podemos ver o percentual de moedas em um aumento no prejuízo não realizado de 10,34%.

Podemos usar isso para estimar um limite superior na acumulação que aconteceu recentemente (é um limite superior, pois certa parte dessas moedas provavelmente são mantidas desde outros momentos em que o preço estava nessa faixa).

Publicidade

Eventos similares de maiores aumentos (cor azul) ou decréscimos (cor rosa) no fornecimento rentável estão destacadas abaixo, o que geralmente segue períodos de redistribuição relativamente alta entre o fornecimento de moedas.

Fornecimento percentual em lucro de bitcoin (Imagem: Glassnode)

Em relação a grupos em blockchain, houve uma redistribuição notável no fornecimento de moedas de Holders a Curto Prazo para Holders a Longo Prazo. Neste momento:

Holders a Longo Prazo acrescentaram 1,846 milhão de BTC a suas alocações, totalizando seu estoque para 13,33 milhões de BTC. Isso reflete um aumento anual de 16%;

– o fornecimento de Holders a Curto Prazo caiu em 1,428 milhão de BTC, fazendo com o que grupo atualmente tenha 3,01 milhões de BTC. Isso reflete uma queda anual de 32%;

Fornecimento Soberano, definido como todas as moedas mantidas fora de reservas de corretoras, atualmente está em uma alta recorde de 13,34 milhões de BTC.

Fornecimento soberano de bitcoin (Imagem: Glassnode)

Como uma proporção do Fornecimento Soberano, Holders a Longo Prazo viram sua alocação subir 4,8% para atingir 74,8% de fornecimento soberano.

Publicidade

Encerrando o ano, Holders a Longo Prazo agora compõem 74,8% de todas as moedas fora de reservas de corretoras enquanto a governança de Holders a Curto Prazo caiu de 28,0% em janeiro para 25,2% atualmente.

Essa transferência modesta de riqueza de Holders a Curto Prazo para Holders a Longo Prazo, apesar de diversas altas recordes de preço, sugere que 2021 é melhor descrito como uma consolidação macro e um período de acumulação modesta.

Tal comportamento em blockchain é tipicamente mais observado durante mercados de baixa do bitcoin que, pensando bem, são períodos efetivamente longos de redistribuição de moedas de investidores sem “pulso firme”, àqueles com uma convicção mais forte e de longo prazo.

Fornecimento de Holders de Longo e Curto Prazo em Lucro/Prejuízo (Imagem: Glassnode)

A contraparte do Fornecimento Soberano é o Saldo em Corretoras, que passaram por pouquíssima variação líquida ao longo do ano.

Reservas de corretoras caíram de 2,623 milhões de BTC no começo do ano para 2,560 milhões de BTC. É uma queda líquida de 67,8 mil BTC, uma redução de apenas 2,5% do saldo de abertura.

O gráfico de moedas armazenadas em corretoras mostra uma oscilação geral ao longo do tempo, com fluxos de entrada líquidos entre maio e julho e fluxos de saída em outros momentos.

Saldo em Corretoras de bitcoin – todas as corretoras (Imagem: Glassnode)

Podemos ver esse comportamento mais claramente no volume líquido dentro/fora das corretoras, que ficou oscilando entre cinco mil BTC ao longo do ano.

Na realidade, durante a semana passada, houve outra reversão de líquidos fluxos de saída de corretoras e de volta líquidos a fluxos de entrada de corretoras. No curtíssimo prazo, é algo a se acompanhar para ver se essa tendência se suaviza ou fortalece conforme entramos no ano novo.

Volume de transferências líquidas de/para corretoras de bitcoins (Imagem: Glassnode)

Em seguida, iremos analisar as variações anuais muito intrigantes que acontecem nos mercados de futuros. O total de contratos abertos em futuros quase duplicou este ano, subindo de US$ 9,57 bilhões (97%) para um total de US$ 18,87 bilhões.

Apenas na última semana houve um aumento de cerca de US$ 2,5 bilhões de contratos abertos, liderados principalmente por traders na Binance.

Embora contratos abertos de futuros ainda estejam longe de suas altas recordes, o rápido aumento na alavancagem pode indicar um agrupamento de “stop-losses” (ordem de compra ou venda executada quando um preço específico for atingido) e níveis de liquidação próximos ao preço atual.

Isso acrescenta uma maior probabilidade a um “short squeeze” (quando o preço aumenta muito rápido) ou “long squeeze” (quando o preço cai muito rápido) a curtíssimo prazo.

Contratos abertos de futuros de bitcoin (Imagem: Glassnode)

Junto com uma elevada possibilidade de um squeeze alavancado, também existe uma queda geral no volume negociado. Uma atividade de negociação mais calma é típica no fim do ano. No entanto, nos últimos sete dias, volumes de mercados de futuros tiveram uma queda de 16%. Um volume menor e crescentes contratos abertos (concentrados em uma corretora) são uma combinação que pode ser favorável para, pelo menos, um squeeze de alavancagem localizado nas próximas semanas.

Volume de futuros de bitcoin (média móvel de sete dias) (Imagem: Glassnode)

Por fim, a análise da indústria de mineração finaliza esta revisão. O mercado de mineração passou por um abalo realmente inacreditável em 2021.

Cerca de 53% da indústria foi banida da anteriormente dominante jurisdição chinesa em maio e foi obrigada a se realocar quase que da noite para o dia.

A taxa de hashes começou 2021 em cerca de 143 exahashes por segundo (ou EH/s) e aumentou para o que era uma alta recorde de 180 EH/s em maio.

Isso foi seguido de uma queda drástica de 53% conforme mineradores na China foram obrigados a encerrar suas operações e realocar ou redistribuir seu hardware para novas jurisdições.

Incrivelmente, o mercado de mineração se recuperou completamente dessa enorme mudança, conforme a taxa de hashes atingiu novas altas de 182 EH/s, finalizando o ano com uma alta de 27%.

Taxa de hashes média do bitcoin (média móvel de sete dias) (Imagem: Glassnode)

O sucesso dessa transação no mercado de mineração é direcionado pelo incentivo de livre mercado da receita de mineradores, oferecido pelo protocolo Bitcoin como uma recompensa por solucionar blocos.

Confira algumas estatísticas fundamentais relacionadas à receita agregada de mineração (subsídio por bloco e taxas denominados em dólares):

– US$ 8,5 milhões/dia após o halving em maio de 2020;

– US$ 29,1 milhões/dia no início de 2021, uma alta de 242% desde o halving;

– US$ 46 milhões/dia atualmente, uma alta de 441% desde o halving e uma alta anual de 58%.

Receita total por mineradores de bitcoin – todos os mineradores (média móvel de sete dias) (Imagem: Glassnode)

No geral, 2021 foi uma grande aventura para investidores, traders, HODLers, analistas, mineradores e críticos do bitcoin.

O protocolo passou pela implementação e Taproot, a realocação de mineradores da locação historicamente dominante e diversas jogadas do dado “FUD” (ou “medo, incerteza e dúvida”), cujos lados caíram pelo menos duas vezes.

Como já é tradição, o bitcoin termina o ano mais forte e mais resiliente, pronto para solucionar mais blocos e criar mais oportunidades em 2021.

A equipe da Glassnode deseja a todos boas festas com seus amigos e famílias. Nos vemos em 2022.

Sobre o autor

Glassnode é a maior provedora de dados e inteligência de blockchain que gera métricas e ferramentas onchain para quem realmente quer entender o mercado de criptomoedas.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização da Glassnode.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Depois que 5 bilhões de tokens GALA foram cunhados e roubados na segunda-feira, a Gala Games recuperou parte dos fundos em ETH – e ainda está descobrindo o resto
Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto falando diante de um microfone

Presidente do Banco Central se reúne com MB um dia após anunciar agenda da regulação do mercado cripto

O Banco Central divulgou ontem os próximos passos para a regulação do setor cripto e espera concluir o processo até o final de 2024
Sam Bankman-Fried da FTX falando em vídeo

Criador da FTX vai mudar de presídio nos Estados Unidos

Transferência de presídio pode durar até um mês nos EUA, com o detento sendo levado para várias penitenciárias até chegar ao destino final
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bitcoin é uma “forma de arte” e uma moeda de desconfiança, diz filósofo Yuval Noah Harari

O filósofo, no entanto, mostrou desconfiar se realmente o Bitcoin será o futuro do dinheiro como algumas pessoas defendem