Imagem da matéria: Momento das altcoins: Cardano (ADA), Polkadot (DOT) e Ethereum (ETH) em alta nesta quinta
Foto: Shutterstock

Puxado pelo valorização do dólar, o Bitcoin (BTC) segurou parte das perdas na manhã quinta-feira (07) no Brasil e opera em queda desde a madrugada. O preço médio do ativo nas principais exchanges brasileiras é de R$ 295 mil, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin.

Mais cedo, o BTC foi capaz de alcançar a cotação mais alta do dia de R$ 300 mil, o que representa o melhor desempenho da moeda em cinco meses. Vale lembrar que até o dia 20 de julho, o bitcoin registrava a sua pior cotação do ano, de R$ 157 mil. Ou seja, em apenas três meses a criptomoeda praticamente dobrou o seu preço em reais.

Publicidade

Em dólar, a o BTC é negociado por cerca de US$ 54.080, segundo o CoinMarketCap. O preço é um pouco menor que a máxima do dia de US$ 55.560 que o ativo foi capaz de atingir na quarta-feira (6). 

Na manhã de ontem, o bitcoin surpreendeu o mercado ao saltar de US$ 50.500 para US$ 55 mil num curto intervalo de quatro horas. O súbito aumento de preço parece ter sido provocado por uma enorme compra de bitcoin realizada em exchanges centralizadas naquele período.

De acordo com a empresa de dados blockchain CryptoQuant, uma baleia  — termo que se refere a uma pessoa ou empresa que detém grandes quantias de criptoativos — ou um grupo de pessoas, comprou o equivalente a US$ 1,6 bilhão em bitcoin no mercado à vista em apenas cinco minutos.

Neste ritmo, o BTC se torna a criptomoeda do Top 10 que acumula os maiores ganhos da semana de 26%, ao mesmo tempo que volta a manter sua capitalização de mercado acima de US$ 1 trilhão.

Publicidade

Polkadot (DOT) puxa alta das altcoins

Praticamente todas as criptomoedas amanheceram em alta nesta quinta-feira. Entre o Top 10, a Polkadot (DOT) é a que mostra o melhor desempenho do dia ao crescer 10,7%. A DOT é negociada agora a US$ 33, o seu melhor preço desde o início de setembro.

A Cardano (ADA) também apresenta uma variação positiva de preço de 6,7%, valendo cerca de US$ 2,30. A atual cotação da promissora criptomoeda ainda é 25% inferior à máxima histórica de US$ 3,10, alcançada no mês passado.

Já os ganhos do dia do Ethereum (ETH) e da Binance Coin (BNB) estão em torno de 5%. Enquanto o ether sobe para US$ 3.550, a BNB é negociada por volta de US$ 440.

A criptomoeda meme Shiba Inu (SHIB) continua sendo o ativo que mais cresce no Top 100. Nas últimas 24 horas, a moeda sobe mais 52%, para US$ 0.000032. Neste ritmo, a SHIB precisa valorizar mais 15% para voltar a encostar na máxima histórica.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Autoridades acusam a exchange cripto NovaTech e a empresa de mineração AWS Mining de “envolvimento em esquemas de pirâmide ilegais”
Moedas douradas de Bitcoin (BTC) e um gráfico de preço ao fundo

Preço do Bitcoin despenca com liquidações de US$ 245 milhões no mercado

As liquidações de criptomoedas dispararam na terça-feira (11), com o Bitcoin despencando 5% e indo a US$ 66 mil
Imagem da matéria: Quem é Roaring Kitty e o que seu retorno significa para as criptomoedas?

Quem é Roaring Kitty e o que seu retorno significa para as criptomoedas?

Keith Gill, o Roaring Kitty, encenou seu retorno ao Twitter, depois ao Reddit e, finalmente, de volta ao YouTube com uma transmissão ao vivo que atraiu 700.000 espectadores
Propaganda do jornal Epoch Times

CFO de jornal é acusado de lavagem de dinheiro com criptomoedas no valor de US$ 67 milhões

Executivo é acusado de usar a equipe “Make Money Online” do veículo de notícias para lavar o produto da fraude usando criptomoedas