Imagem da matéria: Agora é possível registrar domínios personalizados para endereços de Bitcoin; veja como
Foto: Shutterstock

“Ordinals estão prestes a mudar para sempre”, é a frase de introdução à nova funcionalidade apresentada pela Ordinals Wallet em um tweet publicado na noite de segunda-feira (29). A carteira, que possibilita interação com o ecossistema das “inscrições” do Bitcoin, agora oferece suporte para o projeto .Names, que permite a criação de domínios para endereços de BTC.

O projeto funciona de forma semelhante aos domínios ENS (Ethereum Name Service), que são apelidos para endereços na blockchain do Ethereum que podem ser lidos mais facilmente ao invés da tradicional sequência de letras e números que compõem um endereço cripto. O ENS do criador do Ethereum, por exemplo, é “vitalik.eth”.

Publicidade

Semelhante ao que ocorre no Ethereum, o projeto .Names permitirá a inscrição e criação de Ordinals com o domínio escolhido pelo investidor. Estes domínios são NFTs que podem ser negociados no futuro em um mercado paralelo. Ao invés do “.eth” do Ethereum, os usuários vão poder vincular seus endereços de Bitcoin com seus nomes seguidos dos sufixos “.sats”, “.btc”, “.gm”, entre outros.

Os sufixos disponíveis neste projeto .Names, até o momento, são:

  • .sats
  • .btc
  • .xbt
  • .ow
  • .gua
  • .gm
  • .meta
  • .unisat
Coleção NFT de domínios .names na rede do Bitcoin dentro do ecossistema de Inscrições dos Ordinals.
Twitter (@ordinalswallet)

Quem chegar primeiro, vence

Ainda não existe uma regra clara para definição de propriedade e resolução de conflitos, mas a carteira Ordinals Wallet sugere que será por ordem de inscrição na blockchain. Quem registrar o domínio primeiro, em uma transação válida, terá sua propriedade.

Também, como acontece no sistema ENS, o sistema .Names é dependente da implementação da funcionalidade por outras carteiras, então não serão todos os aplicativos e serviços que terão suporte para simplificação dos endereços durante o envio de bitcoin, ordinals, NFTs ou tokens BRC-20.

O especialista Lugui Tillier, CCO da Lumx Studios, disse ao Portal do Bitcoin que ainda é cedo para comparar o .Names com o ENS, pois o primeiro ainda é muito embrionário e pouco implementado. Isso abre espaço para competição de outras soluções, até que este sistema seja reconhecido por mais serviços, como acontece com o ENS.

Publicidade

Lugui Tillier acredita que a funcionalidade é interessante, apesar de não ser essencial. Um de seu benefício seria facilitar o uso da blockchain para o público mainstream, que poderia ter dificuldade em lidar com os complexos endereços de strings com números aleatórios.

Algumas aplicações sugeridas seria utilizar o domínio “.sats”, por exemplo, para a rede descentralizada Nostr, ou em transações financeiras na rede do Bitcoin, ou da Lightning Network.

“No geral, acho tudo isso muito interessante. O .Names é só a ponta do iceberg de todos os experimentos que vem surgindo desde a popularização da teoria Ordinals. A maioria dos experimentos devem morrer, mas com certeza teremos valor real sendo adicionado a rede.”

Lugui Tillier, CCO da Lumx

Tillier vê “o interesse mainstream em cima do Bitcoin crescendo também por conta desses experimentos”; enquanto traça um paralelo com o que aconteceu no ecossistema do Ethereum no passado, com o surgimento dos NFTs.

Como o domínio personalizado funciona

Uma vez registrado, um usuário pode fazer transações destinadas ao endereço proprietário apenas inserindo o domínio inscrito no campo “destinatário”.

Publicidade

O lançamento da funcionalidade já está atraindo interesse do mercado e o número de inscrições em Ordinals superou a marca dos 10 milhões conforme usuários e investidores tentam garantir a propriedade sobre os domínios mais concorridos, seja para uso próprio ou para especulação de preço no futuro.

Já é possível, por exemplo, encontrar o domínio bitcoin.sats, registrado na plataforma da ordinalswallet.com sob a Inscrição #10162893, com o endereço bc1pm…8sdsx como seu proprietário.

O número de inscrições diárias está aumentando desde a quarta-feira passada (24). Com isso, a competição por espaço nos blocos de Bitcoin volta a ficar acirrada e as transações em espera na mempool também voltam a superar os 300 mil, com um reflexo nas taxas de rede que retornaram à média de US$ 4 por transação.

Mempool é o espaço de disco virtual onde as transações de Bitcoin que já foram enviadas, mas ainda não foram adicionadas a um bloco e confirmadas pela rede, ficam em fila, aguardando sua vez.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda de Bitcoin no centro de dados IA

Algoritmos de Aprendizado de Máquina preveem preço do Bitcoin para 30 de abril

Inteligência artificial prevê para o último dia deste mês que o preço do Bitcoin passe por um ligeiro ajuste
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) recua para US$ 69 mil e FTX espera devolver fundos a clientes até fim de 2024

Com desempenho recorde no trimestre, o Bitcoin agora mira novas máximas à espera do próximo halving
Equipamento de mineração com CPU em uma mesa de escritório com sinal luminoso do Bitcoin atrás

Dificuldade de mineração do Bitcoin bate recorde em último ajuste antes do halving

Recorde significa que mineradores estão correndo para garantir a recompensa de 6,25 BTC por bloco antes do halving
moeda de bitcoin ao lado de tela com sigla NFT

Binance vai encerrar suporte a NFTs baseados no Bitcoin 

Com o fim do suporte para Ordinals, a Binance aconselha os usuários a transferir esses ativos para fora da plataforma