Imagem da matéria: A semana no CriptoTwitter: Elon Musk e a grande guerra pelo controle da rede social
(Foto: Shutterstock)

O Twitter ainda está sentindo os tremores da decisão de Elon Musk, CEO da Tesla, em adquirir uma participação de 9,2% da plataforma.

Na última segunda-feira (11), Paral Agrawal, CEO do Twitter, publicou um comunicado para que todos soubessem que Musk não queria mais entrar para o conselho da rede social — uma decisão que Agrawal havia anunciado na semana anterior.

Publicidade

Na quinta-feira (14), James Titcomb, editor de tecnologia do Telegraph, compartilhou um rumor de que Musk queria comprar o Twitter a US$ 54,20 por ação —  considerada, por alguns, como uma referência à cannabis. Nesta segunda-feira (18), ações estão sendo negociadas a US$ 45.

Alguns minutos depois, Musk confirmou.

No mesmo dia, Musk compareceu ao evento Ted2022 em Vancouver, no Canadá, onde compartilhou suas prioridades para o Twitter, incluindo a disponibilização do código da rede social no GitHub e o combate a spam.

Musk não foi o único bilionário envolvido com criptomoedas a falar sobre o Twitter na última semana. Dentre eles, estava Justin Sun, CEO da Tron, que tuitou em apoio às mudanças significativas para a plataforma:

Acredito que o Twitter esteja longe de atingir seu potencial completo. Além disso, estou oferecendo US$ 60 por ação para tornar a plataforma privada. Mas apoiamos completamente as iniciativas de reforma de Elon Musk e adoraríamos ver o Twitter se tornar nativo a cripto e favorável à Web 3.”

Publicidade

Sun também tuitou sobre como ele imagina um “Twitter no exterior”, que seja mais “neutro e menos focado nos EUA”.

Outros não ficaram tão empolgados. Jackson Palmer, cocriador da dogecoin (DOGE), percebeu que existe um lado sinistro ao possível controle por Musk:

É necessária uma ginástica mental muito impressionante para associar qualquer tipo de “liberdade” à medida que o homem mais rico do mundo inicia uma aquisição hostil do controle de sociedade [do Twitter] e forçar uma das maiores plataformas públicas de rede social [a se tornar] privada.

Enquanto isso, Sam Bankman-Fried (ou SBF), cofundador e CEO da FTX, compartilhou uma perspectiva na qual o Twitter poderia ser descentralizado e monetizado usando a tecnologia Web 3. SBF propôs que o Twitter pudesse cobrar US$ 0,01 por tuítes enquanto também hospeda anúncios na interface de usuários e usa essa receita para pagar por taxas de rede.

Publicidade

Outro acontecimento foi a “briguinha” entre Jack Dorsey, CEO da Block e cofundador do Twitter, com Vladimir Tenev, CEO da Robinhood, que estava apenas cuidando da sua vida e falando sobre dogecoin — a criptomoeda favorita de Musk:

Na quinta-feira (14), Tenev tuitou:

DOGE realmente pode ser a futura criptomoeda da internet e das pessoas? À medida que acrescentamos o recurso de enviar/receber DOGE na Robinhood, fiquei pensando o que seria preciso [para tornar isso em realidade].

Em seguida, Tenev afirmou que Dogecoin, que processa cerca de 40 transações por segundo (ou TPS), precisaria ter um “desempenho significativamente maior” do que as 65 mil TPS da Visa.

Dorsey: Você está com sede [de atenção]?

Tenev: Você está bravo?

Dorsey: Nah, estou de boa. Não uso a Robinhood.

Tenev: Você pagaria menos por seus bitcoins se a usasse!

Fora do Twitter

Na terça-feira (12), o youtuber e lutador profissional Logan Paul anunciou um novo projeto de tokens não fungíveis (ou NFTs):

Após oito meses de sangue, suor e lágrimas (literalmente), eu finalizei meu projeto pessoal. Apresentando “99 Originals”.

O usuário “zachxbt” respondeu ao alegar que Paul havia realizado uma “puxada de tapete” (ou “rug pull”, quando um projeto solicita fundos e desaparece de repente, com o dinheiro, sem cumprir com sua promessa) em um lançamento anterior:

Publicidade

Você se lembra de quando enganou todo mundo ganhando milhões rapidamente no ano passado? Quando serão ressarcidos?

O usuário “cryptavali”, que afirma ser “líder de NFTs” no Degen Finance, fez uma piada sobre a reputação já manchada de Paul:

“Tudo se liga à minha vida inteira.”

*[Paul] sai três meses de férias usando fundos roubados de outros projetos e tira [fotos em] Polaroids que vão ser usadas em um novo esquema.

Na quarta-feira (13), Amanda Goetz, empreendedora no setor de canabidiol (ou CBD) e mãe orgulhosa de três filhos, explicou por que ela não comparece mais à maioria dos eventos cripto:

Muitas mulheres me mandaram mensagens sobre a última semana Bitcoin, compartilhando seus relatos sobre assédio sexual.

Eu não compareço mais a eventos cripto por esse motivo (a menos que sejam realizados por mulheres).

Qual é a solução? Como podemos fazer mulheres se sentirem seguras em eventos predominantemente masculinos?

Quero saber a opinião dos homens.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Mercado de criptomoeda caminha para fechar a semana no negativo após o Fed indicar apenas um corte de juros no ano, com o Bitcoin voltando para US$ 66 mil
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA
Imagem da matéria: Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

As notícias sobre os planos da Friend.tech de lançar uma blockchain para projetos sociais descentralizados não foram bem recebidas
Moedas douradas de Bitcoin (BTC) e um gráfico de preço ao fundo

Preço do Bitcoin despenca com liquidações de US$ 245 milhões no mercado

As liquidações de criptomoedas dispararam na terça-feira (11), com o Bitcoin despencando 5% e indo a US$ 66 mil