Imagem da matéria: A partir de hoje corretoras de bitcoin dos Estados Unidos já podem anunciar no Google
(Foto: Shutterstock)

O Google suspendeu sua proibição de certos anúncios relacionados à criptomoedas, permitindo que corretoras de criptomoedas e carteiras digitais promovam seus serviços em sua plataforma nos EUA.

“Os anunciantes que oferecem corretoras de criptomoedas e carteiras destinadas aos Estados Unidos podem anunciar esses produtos e serviços quando eles atendem aos seguintes requisitos e são certificados pelo Google”, de acordo com a “Atualização da política de produtos e serviços financeiros” da empresa.

Publicidade

Dessa forma, os anunciantes ainda precisam atender a várias condições para se tornarem certificados pelo Google. A saber, as empresas precisam ser registradas na Financial Crimes Enforcement Network (FinCEN) como uma “empresa de serviços financeiros”, licenciadas em pelo menos um estado dos EUA como transmissor de dinheiro ou ser uma entidade bancária federal ou estadual.

Os detalhes desses critérios não são novos, no entanto. Em junho, o Google delineou a política de publicidade atualizada, acrescentando que seus efeitos entrariam em vigor em 3 de agosto.

Além disso, os anunciantes devem cumprir todos os requisitos legais correspondentes (seja em nível estadual ou federal) e as políticas do Google Ads.

Ao mesmo tempo, o Google revogou todas as certificações anteriores relacionadas à criptomoedas em 3 de agosto, o que significa que as corretoras e carteiras devem se inscrever para novas (se ainda não o fizeram).

Publicidade

Muitos anúncios relacionados a criptomoedas no Google ainda serão barrados

Embora as corretoras de criptomoedas e carteiras possam colocar seus anúncios nos serviços do Google novamente, muitos outros projetos e atividades relacionados permanecem proibidos.

Isso inclui ofertas iniciais de moedas (ICOs), protocolos de negociação de finanças descentralizadas (DeFi), endossos de celebridades e “promoção da compra, venda ou comércio de criptomoedas ou produtos relacionados”.

“Exemplos: pré-vendas ou ofertas públicas de ICO, empréstimos de criptomoedas, ofertas iniciais de DEX, pools de liquidez de token, endossos de criptomoedas de celebridades, carteiras não hospedadas, DApps não regulamentados”, explicou o Google.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Fusão da imagem de uma moeda de bitcoin com a bandeira do Paraguai

Senadores do Paraguai querem pausar toda atividade ligada ao Bitcoin; entenda

Projeto de lei quer que atividades como mineração, compra e venda de Bitcoin sejam suspensas por 180 dias
criptomoedas bitcoin ethereum e solana

Fatores macroeconômicos terão papel de peso no mercado cripto após o halving, diz Coinbase

Para a maior corretora cripto dos EUA, a tendência é que os mercados procurem novos catalisadores para sustentar a recuperação do primeiro trimestre
moeda de bitcoin e logo da grayscale ao fundo

ETF de Bitcoin da Grayscale já perdeu 50% de suas reservas de BTC desde janeiro

No mesmo período, os ETFs de Bitcoin da BlackRock e Fidelity ganharam até 32% de participação de mercado
Imagem da matéria: Baleias estão mais famintas do que nunca por Bitcoin; Veja por quê

Baleias estão mais famintas do que nunca por Bitcoin; Veja por quê

“Atualmente a demanda de Bitcoin por esse grupo de investidores é a maior de todos os tempos”, diz estudo da CryptoQuant