Imagem da matéria: A Inteligência Artificial usará criptomoedas? Veja o que está impulsionando os tokens de IA
Foto: Shutterstock

É difícil pensar em um subsetor de criptomoedas mais badalado do que a Inteligência Artificial (IA). Tokens baseados em IA – ou seja, tokens que dependem de IA para algumas de suas utilidades – estão em toda parte, desde o Injective, que usa IA para “perguntar, pesquisar e encontrar rapidamente informações relevantes ao construir” em sua rede até o AnimeAIToken, que faz… bem, eu não tenho certeza.

É difícil não ouvir sobre esses tokens, já que alguns deles bombearam mais do que um poço de petróleo recém perfurado no Texas. O Injective, por exemplo, viu seu token subir 300% desde junho, quando anunciou uma integração simples com a OpenAI.

Publicidade

Hesitei em levar a sério a maioria dos recém-chegados, pois presumi que eles eram vaporware (produto sem data de lançamento e que nunca entra em produção real) aproveitando o trem da campanha publicitária da IA. No entanto, tem havido uma narrativa crescente, espalhada por pessoas como Bankless Bros e outros, de que cripto pode ser a moeda dos agentes de IA.

O pensamento é o seguinte: à medida que a IA começa a proliferar e a se tornar parte de nossas vidas cotidianas, esses agentes de IA vão querer começar a adquirir moeda para atingir seus objetivos e que a maneira mais fácil de fazer isso seria usando recursos digitais nativos e sem permissão que existem inteiramente online, em seu domínio.

Na verdade, se você perguntar ao ChatGPT quais características ele acredita que os futuros agentes de IA procurarão em uma moeda, ele começará a descrever uma criptomoeda, incluindo propriedades como resistência à censura, descentralização e a capacidade de usar contratos inteligentes.

Como essa narrativa está ficando cada vez mais alta e como estou começando a achar a ideia convincente, vamos dar uma olhada mais de perto.

Publicidade

Uma das primeiras jogadas de IA/cripto é Fetch, que, se meu feed do X/Twitter servir de referência, é um dos vencedores da guerra de atenção travada entre as moedas de IA. A empresa concentrou-se originalmente na tecnologia de drones e depois mudou para a IA em 2018. Na época, a equipa da Fetch disse que o seu objetivo era criar “agentes econômicos autônomos” que pudessem pagar impostos, contratar seguros e celebrar acordos legais de forma autônoma.

Em 2020, ela lançou sua rede principal de camada 1, mas foi somente no início deste ano, quando a OpenAI e sua turma decolaram, que seu token FET começou a disparar.

De acordo com seu site, a Fetch.ai é “a primeira rede aberta para agentes de IA”. Um lugar onde “agentes de IA podem se conectar, pesquisar e realizar transações para formar mercados dinâmicos”. Quando entrei em contato com a Fetch pedindo uma descrição de como a IA é usada no produto, eles disseram que seu principal produto, DeltaV, é uma interface de bate-papo baseada em IA que aproveita conversas escritas para compreender e concluir tarefas para os usuários.

Há também a Render (RNDR), uma rede de renderização de GPU distribuída na qual os usuários alugam energia de GPU. Originalmente destinado a artistas e estúdios, o RNDR estava bem posicionado para se encaixar na narrativa da IA porque as GPUs também são o hardware necessário para alimentar grandes modelos de linguagem, que são um tipo de IA projetada para compreender e gerar linguagem semelhante à humana.

Publicidade

Embora todos esses projetos sejam interessantes, eles parecem mais um produto que incorpora IA do que os próprios produtos de IA. À medida que continuo a mergulhar nas moedas de IA, começo a me perguntar se há algum token que se encaixe na narrativa “criptomoeda para IA” – ou se o mercado está apenas exaltando qualquer token que tenha algo a ver com IA.

IA normalmente significa que existe algum tipo de rede neural e, no caso de projetos de criptomoeda de IA, não está claro para mim se existe alguma inteligência artificial genuína em ação – além de uma integração com OpenAI ou alguma forma de chatbot.

No caso do Render, a equipe por trás do projeto não afirma realmente incorporar IA em seu produto, mas que seu produto pode ser usado para alimentar a IA – e parece que os degens (especuladores) somaram dois mais dois. Quem sabe, talvez a IA queira fazer transações em uma moeda que também possa ser usada para alugar o hardware que a alimenta?

Embora eu acredite que os tokens relacionados à IA estejam ganhando força por causa da narrativa “as criptomoedas serão usada pela IA”, esses tokens não estão realmente à altura do hype narrativo – pelo menos não ainda. E, para ser justo, como alguém saberia o que motivaria futuros agentes de IA a usar uma moeda específica?

FET, INJ ou outros tokens de IA serão a moeda dos futuros agentes de IA? É tudo a definir. Mas o aumento na capitalização de mercado da maioria dos tokens relacionados à IA me diz que os investidores de criptomoedas não acham que essa narrativa vá a lugar algum tão cedo.

Publicidade

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tap-to-Earn: Conheça a nova forma de ganhar tokens de graça no Telegram

Tap-to-Earn: Conheça a nova forma de ganhar tokens de graça no Telegram

Os jogos “tap-to-earn” (toque para ganhar) no Telegram estão chamando a atenção das massas; veja como os jogadores estão ganhando com os airdrops de tokens
Imagem da matéria: Hamster Kombat: Veja o Daily Combo e Cipher Code desta sexta (12)

Hamster Kombat: Veja o Daily Combo e Cipher Code desta sexta (12)

Procurando a combinação diária e o código cifrado para sexta-feira, 12 de julho? Aqui está o que você precisa para ganhar no jogo do Telegram, Hamster Kombat
Sunny Pires

Surfista brasileiro patrocinado por comunidade Web3 lança documentário no Woohoo

Patrocinado pela comunidade Web3 Nouns, Sunny desbravou o vulcão Cerro Negro, um dos mais ativos da Nicarágua
Imagem da matéria: Cocriador da Samourai Wallet deve sair da prisão em breve e se declarar inocente

Cocriador da Samourai Wallet deve sair da prisão em breve e se declarar inocente

Defesa e promotoria debatem se réu pode esperar julgamento em Portugal onde morava ou se deve ficar em Nova York