Imagem da matéria: 9 Razões que Podem Fazer o Bitcoin Chegar a US$ 100.000

*Texto escrito por Chuck Jones para a Forbes.

Criptomoedas e, especialmente o Bitcoin, mais do que chamou a atenção dos investidores em 2017; eles ficaram apaixonados por isso. O Bitcoin iniciou o ano em US$ 960 e terminou em US $ 13.850 com uma valorização de 1.338%. Ele chegou próximo de US$ 20.000 em 17 de dezembro. Isso levou o Bitcoin e outras criptomoedas a obterem uma enorme exposição na mídia.

Publicidade

Existem muitas razões pelas quais as criptomoedas podem aumentar ou cair em valor, mas o motivo principal é oferta e demanda. Para lidar com o que mais poderia conduzir o preço do Bitcoin significativamente, descrevi nove motivos abaixo. Eu escolhi arbitrariamente US$ 100.000, como eu também ouvi dizer que poderia ir para US $ 1 milhão, mas eu suspeito que seja para obter a atenção da mídia.

Limitado a 21 milhões de Bitcoins

No máximo, haverão 21 milhões de Bitcoins minerados. O primeiro foi minerado em 3 de janeiro de 2009 e atualmente há cerca de 16,8 milhões em circulação.

Como você pode ver no quadro logarítmico abaixo, está se tornando mais difícil criar Bitcoins adicionais. A maior dificuldade na mineração, juntamente com um limite de quantos podem ser criados, faz com que o lado da oferta entre em jogo.

Bitcoins em circulação

Primeiro do mercado, efeito de rede e exposição na mídia

O que é exclusivo do Bitcoin em relação a outras criptomoedas é que foi o primeiro inventado, ganhou aceitação por investidores e empresas e recebeu a maior atenção da mídia. Novas empresas se formaram para apoiá-lo e negociá-lo, o que levou os outros a tomar conhecimento e tentar ganhar dinheiro com o hype.

Uma vez que não há nada atribuível fisicamente ao Bitcoin, ter essas qualidades tem sido uma grande ajuda para ganhar força. Estou contando esses três como um dos motivos, pois eles têm um efeito sinérgico entre si e ajudam a criar demanda.

Publicidade

FOMO – Medo de perder a oportunidade

Os investidores não querem perder a próxima grande coisa e, até certo ponto, também querem se gabar de possuírem Bitcoin.

Foi relatado pela CNBC que a Coinbase, uma exchange de criptomoedas, tinha 11,7 milhões de contas em outubro do ano passado em comparação com os 10,6 milhões da Schwab, uma enorme corretora dos EUA. Aumentou em novembro, adicionando 300 mil em uma semana para chegar a 13,3 milhões. Se esta não é uma pressa para participar, nada mais pode ser considerado.

Chaves perdidas

As pessoas perdem e deixam de lado as coisas que possuem e, surpreendentemente, também acontece com as chaves privadas das criptomoedas. Ao mesmo tempo em que elas são seguras, se o proprietário as perde, provavelmente terá perdido suas criptomoedas para sempre. Kimberly Grauer, economista-chefe da Chainalysis, estima que 23% das chaves privadas das criptomoedas foram perdidas, o que reduz a sua oferta.

Grandes empresas de investimento emprestam credibilidade

O CBOE e o CME Group começaram a negociar contratos futuros de bitcoin no ano passado. A Fidelity anunciou que, além de fazer pequenos investimentos em empresas de criptomoedas, também teve uma pequena operação de mineração. Quando você adiciona relatórios de que a Goldman Sachs poderia começar a negociar criptomoedas, os investidores se sentem mais confortáveis em colocar capital e criar demanda. Essas grandes instituições financeiras não colocariam recursos e pessoas se sentissem que não eram viáveis.

Publicidade

Mais difícil e mais caro para minerá-los

A mineração do Bitcoin foi configurada para que, à medida que mais forem criadas, torna-se mais difícil produzir o próximo. E uma vez que a mineração é realizada unicamente por computadores, está tomando mais poder de computação para criá-los. Isso leva a custos mais altos de hardware e de energia.

A CNBC, em um programa na televisão na semana passada, mostrou uma operação de mineração muito grande no estado de Washington, onde os custos de eletricidade são muito baixos. O custo para criar um novo Bitcoin foi de cerca de US$ 3.500, então, com um preço que é de US$ 10.000, é muito lucrativo fazê-lo.

Acumulação

O acúmulo de Bitcoins pode ocorrer quando seus proprietários esperam que seu valor aumente. Embora isso possa limitar a oferta de Bitcoins, isso pode ocorrer com qualquer recurso. Em alguns preços, os proprietários decidirão se vendem ou não.

Moeda de proteção

O dólar dos EUA é considerado a moeda “mais segura” do mundo, uma vez que possui fé plena e apoio do governo dos EUA. Dito isto, há uma série de pessoas e eu suspeito que um número cada vez maior que olhe para Bitcoin e outras criptomoedas como um refúgio em tempos difíceis. O Bitcoin começou a ganhar força com pessoas que vivem ou enviam dinheiro a países cujos governos eles não confiam, como o Zimbábue ou onde a inflação é muito alta, como a Venezuela.

Atividades ilegais

Infelizmente, Bitcoin e outras criptomoedas são usadas, e acredito, continuarão a ser usados para atividades ilegais. Uma vez que os usuários do Bitcoin podem permanecer anônimos e podem trabalhar em qualquer lugar do mundo, isso pode levar a um aumento da demanda marginal.

Publicidade

Isso continuará?

Como com a maioria dos ativos, não há uma resposta definitiva e especialmente por se tratar de algo novo e único. Um pensamento para chutar é que nós confiamos nos bits do computador que mostram quantas ações de uma empresa nós possuímos, quanto dinheiro nós temos no banco e as taxas e pagamentos do cartão de crédito pelas coisas que compramos. Em grande medida, estes são bits de computador armazenados como vários locais. Bitcoin e outras criptomoedas são semelhantes neste respeito.

Talvez você queira ler
Homem cavando uma placa de computador com uma picareta - -imagem ao fundo de moeda de bitcoin

Minerador sortudo ganha R$ 1,2 milhão ao resolver bloco de Bitcoin sozinho

As estatísticas apontam que um minerador daquele porte resolveria um bloco de Bitcoin apenas uma vez em cinco anos
Udi Wertheimer, da Taproot Wizards fantasiado de mago

Como a Taproot Wizards planeja ‘finalmente mover o Bitcoin para frente’

O cofundador da Taproots Wizards, Udi Wertheimer, comenta a iniciativa que vai impulsionar a cultura do Bitcoin
Bonequinho em cima de uma pilha de moedas douradas de bitcoin fazendo alusão ao processo de mineração

Censura no Bitcoin? Grande pool de mineração revolta comunidade ao “filtrar” transações suspeitas

Um desenvolvedor do Bitcoin detectou seis transações perdidas de endereços sancionados pelo governo dos EUA
cz fundador da exchange de criptomoedas binance

Desempregado, CZ diz estar “aproveitando” tempo livre e recomenda livros nas redes sociais

O ex-CEO da Binance falou sobre estoicismo e também relembrou frases antigas como “cuidado com o que você deseja”