Imagem da matéria: 7 empresas listadas em bolsa com as maiores participações em bitcoin
Foto: Shutterstock

Nos últimos meses, grandes players institucionais começaram a investir em bitcoin, no que agora pode ser considerado a maior corrida da criptomoeda desde 2017.

Várias empresas importantes adquiriram centenas de milhões de dólares em Bitcoin, enquanto o interesse do varejo no Bitcoin também disparou – levando o BTC ao seu valor mais alto desde janeiro de 2018.

Publicidade

Veja os maiores players:

Grayscale

A Grayscale Investments é, sem dúvida, um dos maiores nomes do Bitcoin – e por um bom motivo.

Como um fundo de investimento em criptomoedas, o Grayscale permite que investidores credenciados obtenham exposição ao Bitcoin e uma variedade de outros ativos digitais por meio de vários fundos, sem a necessidade de manter ou gerenciar esses ativos diretamente.

Grayscale tem de longe o maior portfólio de Bitcoin de qualquer plataforma de investimento institucional, com mais de US$ 7,4 bilhões em BTC atualmente sob gestão no Grayscale Bitcoin Trust. No total, a Grayscale Investments agora detém mais de 2% da oferta total de Bitcoin, com 481.711 BTC atualmente sob gestão de acordo com bitcointreasuries.org. As ações da GBTC estão atualmente sendo negociadas no OTCQX sob o código GBTC.

Barry Silbert, fundador e CEO da Grayscale, é (sem surpresa) um defensor do Bitcoin e pode ser frequentemente encontrado no Twitter destacando seu desempenho.

CoinShares

O Grupo CoinShares, um dos primeiros pioneiros em investimentos em ativos digitais, também se junta à lista de empresas públicas que investem em Bitcoin.

Publicidade

A empresa é amplamente considerada como pioneira na indústria de investimento em criptomoedas e foi a primeira empresa a lançar um fundo de hedge com Bitcoin regulamentado e um produto de Bitcoin negociado em bolsa. Hoje em dia, a CoinShares oferece dois produtos negociados em bolsa: Bitcoin Tracker One e Bitcoin Tracker Euro – os quais podem ser negociados no XBT Provider AB.

Em novembro de 2020, os ativos da CoinShares sob gestão incluem bem mais de US$ 1 bilhão em criptoativos, incluindo 69.730 BTC – atualmente valendo pouco mais de US$ 1 bilhão.

“Vemos este nível de US$ 1 bilhão de dólares como uma validação de nossa crença de que o Bitcoin e outras moedas digitais têm um papel a desempenhar nas carteiras de investimento”, disse o CEO da CoinShares, Jean-Marie Mognetti, em um recente comunicado à imprensa.

MicroStrategy

A MicroStrategy, uma plataforma de análise de negócios, adotou o Bitcoin como seu principal ativo de reserva.

Durante agosto e setembro, a empresa – que produz software móvel e serviços baseados em nuvem – comprou um total de US$ 425 milhões em Bitcoin e agora mantém pelo menos 38.250 BTC em reserva – equivalente a mais de meio bilhão de dólares em BTC.

Publicidade

Ao contrário de outros CEOs que normalmente evitam discutir seus investimentos pessoais, o CEO da MicroStrategy Michael Saylor tornou público que ele pessoalmente possui um total de 17.732 BTC – atualmente avaliado em mais de US$ 270 milhões.

De acordo com os dados do BitInfoCharts, isso posiciona a Saylor entre os 100 maiores proprietários de Bitcoin. É uma espécie de reviravolta para o CEO da MicroStrategy, que em 2013 afirmou que os dias do Bitcoin estavam contados.

Galaxy Digital Holdings

O banco comercial com foco em criptomoedas Galaxy Digital Holdings detém 16.651 BTC, de acordo com bitcointreasuries.org – avaliado em pouco mais de US$ 257 milhões a preços atuais.

Fundada por Michael Novogratz em janeiro de 2018, a empresa fez parceria com empresas de criptomoedas, incluindo Block.one e BlockFi. Novogratz é, sem surpresa, um grande defensor do Bitcoin. Em abril de 2020, ele observou que as medidas de estímulo anunciadas em resposta à pandemia do coronavírus estavam gerando interesse em criptomoedas, chamando-o de “momento” do Bitcoin e argumentando que “dinheiro não cresce em árvores”.

No entanto, no final do ano, Novogratz argumentou que a volatilidade da criptomoeda significava que o ouro era uma aposta mais segura, afirmando que, “Minha sensação é que o Bitcoin supera o ouro, mas eu diria às pessoas para segurar muito menos do que o ouro. Só por causa da volatilidade. “

Publicidade

3iQ

O gestora canadense de criptoativos 3iQ detém 8.295 BTC, no valor de pouco mais de US$ 128 milhões, de acordo com bitcointreasuries.org. Após vários anos de idas e vindas com reguladores, o fundo de Bitcoin da 3iQ foi listado na Bolsa de Valores de Toronto (TSX) em abril de 2020, permitindo que os canadenses investissem em Bitcoin por meio de seus gestores de investimentos regulamentados. A bolsa dos gêmeos Winklevoss, Gemini, atua como guardiã do fundo.

Em setembro de 2020, o fundo de BTC regulamentado foi listado na Bolsa de Valores de Gibraltar. “Esperamos co-listar este fundo em todo o mundo nas principais bolsas”, disse o presidente e CEO da 3iQ, Fred Pye, ao Decrypt. “Nossa visão é que este seja o maior fundo de Bitcoin regulamentado do mundo”.

A 3iQ também está por trás de uma stablecoin lastreada em dólares canadenses, chamada QCAD, que foi lançada em fevereiro de 2020.

ETC Grup

O ETC Group, com sede em Londres, acumulou 5.215 BTC, no valor de pouco mais de US$ 80 milhões, em ativos sob gestão como parte de seu produto negociado em bolsa (ETP). O produto, que se orgulha de ser pioneiro, com compensação central da Europa, foi listado no XETRA da Deutsche Börse em junho de 2020 – logo após o reconhecimento oficial do regulador financeiro alemão BaFin de criptomoedas como instrumentos financeiros em março.

Após o lançamento do BTCetc Bitcoin Exchange Traded Crypto (BTCE), o CEO do Grupo ETC, Bradley Duke, observou que, “Estamos transportando Bitcoin para os mercados financeiros regulamentados convencionais”.

Em seu relatório de setembro de 2020, o ETC Group observou que, “Com o Nasdaq atual e o preço das ações das grandes tecnologias análogo ao Bitcoin em 2017, mais investidores em tecnologia estão olhando para o Bitcoin agora.”

Publicidade

Square Inc.

O Square, um aplicativo de pagamentos online e um meio de adquirir Bitcoin com moedas fiduciárias, é outra empresa popular a adotar o Bitcoin como ativo de reserva.

A empresa, que é fundada e administrada por Jack Dorsey do Twitter, concluiu recentemente um investimento de US$ 50 milhões na criptomoeda – representando 1% dos ativos da empresa. A Square agora detém um total de 4.709 BTC, o equivalente a pouco mais de 0,025% da oferta circulante de Bitcoin.

“Mais importante do que a Square investir US$ 50 milhões no #Bitcoin é compartilhar como o fizemos (para que outros possam fazer o mesmo)”, disse Dorsey em um tweet.

Como parte de seus esforços para tornar o Bitcoin mais acessível aos investidores, a Square adicionou suporte para compras recorrentes de Bitcoin, permitindo que os usuários acessem o Bitcoin em dólar-custo médio (DCA) para minimizar o impacto da volatilidade em seus investimentos.

Além disso, como parte dos planos de Dorsey para tornar o Bitcoin mais intuitivo para as massas, a Square Crypto – uma subsidiária da Square – está oferecendo subsídios a qualquer pessoa que possa ajudar a desenvolver a experiência do usuário, dimensionamento, privacidade, segurança do Bitcoin e muito mais.

Uma dessas bolsas foi concedida recentemente a Maggie Valentine, que usará o dinheiro para ajudar a construir uma carteira de Bitcoin mais fácil de usar.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos