Imagem da matéria: Walltime, corretora de Bitcoin pioneira no Brasil, fecha as portas e dá prazo final para saques
Foto: Shutterstock

Quando a corretora Walltime chegou em 2014, o mercado brasileiro para Bitcoin era quase mato. Conquistou uma comunidade, honrou os fundos dos clientes, mas parece não ter resistido ao mais recente bear market: a empresa anunciou o fim das operações no início da noite desta quarta-feira (08).

Em nota publicada em seu perfil no Medium, a exchange não diz o motivo do fechamento. Avisa, contudo, que tomou a decisão de encerrar as atividades e não repassar as operações:

Publicidade

“Acreditamos que nosso core business é a CONFIANÇA que vocês usuários nos depositaram, e essa confiança não dá pra terceirizar”, diz o texto.

Em outro trecho, a empresa ressalta que possuiu orgulho de uma trajetória sem graves incidentes de segurança:

“Temos orgulho de nossa trajetória, que focou na satisfação de seus clientes e na segurança da plataforma, sem abrir mão dos nossos princípios, tendo feito todo o trabalho com alto padrão ético. Nossa plataforma também encerra sem nenhum incidente que envolvesse perda de fundos de usuários, tendo fechado cerca de 10 milhões de turnos com sucesso desde seu lançamento”.

Prazos para saques de Bitcoin

No cronograma, a Walltime estipulou que o prazo final para os saques de reais e Bitcoin, com as taxas atuais, será no dia 10 de abril.

Depois disso, será possível realizar retiradas, que serão processadas manualmente, com as seguintes taxas administrativas:

– CUSTÓDIA: 0,5% / mês de custódia.
– RETIRADA:
– REAIS: R$ 200,00 + 5%.
– BITCOIN: 0,001 BTC + 5%.

Até o prazo final, a empresa afirma que vai manter a operação funcionando normalmente: “Nosso horário de atendimento e operação continua em horário comercial (das 9h às 18h em dias úteis). É possível que exista um pequeno atraso na resposta ou nos prazos de retirada devido a alta demanda. Antes de tentar novamente aguarde um pouco para não sobrecarregar nosso atendimento”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Rafael Rodrigo , dono da, One Club, dando palestra

Clientes acusam empresa que operava opções binárias na Quotex de dar calote milionário; dono nega

Processos judiciais tentam bloquear R$ 700 mil ligados à One Club, empresa de Rafael Rodrigo
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance que fugiu da Nigéria é localizado e pode ser extraditado

Autoridade queniana disse que não é simplesmente prender, pois Nadeem Anjarwalla é de família influente que “tem o apoio de algumas pessoas poderosas”
Imagem da matéria: Os NFTs ficaram para trás com boom do Bitcoin – mas a Animoca ainda acredita nos tokens

Os NFTs ficaram para trás com boom do Bitcoin – mas a Animoca ainda acredita nos tokens

Na Paris Blockchain Week, o presidente da Animoca Brands, Yat Siu, discutiu a regulamentação da SEC, o ressurgimento do mercado de NFT e as finanças de sua empresa
Celular com logotipo da Receita Federal sobre notas de reais

Tokenização de ativos enfrenta área cinzenta na declaração de Imposto de Renda |Opinião

Para o autor, a declaração de tokens que representam recebíveis, e outros ativos do mundo real, devem mudar nos próximos anos