Imagem da matéria: Valor de mercado da Nvidia supera o de todas as criptomoedas juntas
Foto: Shutterstock

A capitalização de mercado de US$ 1,18 trilhão atingida pela Nvidia nesta semana fez com que a empresa ultrapasse todo o mercado de criptomoedas, com as ações da nova queridinha de Inteligência Artificial (AI) de Wall Street subindo para uma máxima histórica.

As ações da fabricante de chips atingiram US$ 502 na quinta-feira (24) após a Nvidia apresentar um relatório financeiro com US$ 6,2 bilhões em lucro líquido e US$ 13,5 bilhões em receita total para seu segundo trimestre fiscal — o dobro em comparação com o mesmo período do ano anterior —, superando as expectativas dos analistas.

Publicidade

A empresa é atualmente a sexta maior entre as empresas de capital aberto, acima da Tesla de Elon Musk ou do Facebook de Mark Zuckerberg. Enquanto isso, o mercado cripto foi avaliado em US$ 1,09 trilhão, com mais de 10 mil moedas rastreadas pelo CoinGecko.

“O preço das ações da Nvidia fala do fato de que eles são líderes na produção de hardware para AI”, disse Mark Connors, chefe de pesquisa da 3iQ ao Decrypt. “Já no que se refere à criptoeconomia, mostra o quão cedo ainda é para este setor.”

Momentos distintos para AI e cripto

À medida que os criptoativos continuam firmando sua base após um 2022 pesado e difícil, onde os preços dos tokens caíram e várias empresas entraram em colapso em meio aos calafrios do inverno cripto, o lançamento do ChatGPT pela OpenAI transformou a tecnologia de AI em uma commodity muito buscada. 

“As empresas em todo o mundo estão fazendo a transição da computação de uso geral para a computação acelerada e a AI generativa”, disse o fundador e CEO da Nvidia, Jensen Huang, em um comunicado. “Uma nova era da computação começou.”

Publicidade

A interface fácil de usar do ChatGPT torna a tecnologia de AI tão acessível quanto digitar em uma caixa de bate-papo. Ela lembra os mecanismos de pesquisa como o Google e contrata com a íngreme a curva de aprendizado do universo cripto, observou Connors.

“O Ethereum se tornará um verbo como o Google?” Para Connors, “não nos próximos dois anos.”

Resultados da Nvidia

O forte trimestre fiscal da Nvidia foi alimentado por um crescimento sequencial de 141% em seu segmento de Data Center, no qual a fabricante de chips produz GPUs para computação de alto desempenho e aplicativos em nuvem. O segmento obteve um recorde de US$ 10,3 bilhões apenas em receita.

O aumento do preço das ações da fabricante de chips é um resultado direto das crescentes expectativas de receita, e o universo cripto precisa adotar casos de uso como tokenização para obter resultados semelhantes, disse o CEO da Lumida Wealth Management, Ram Ahluwalia, ao Decrypt.

“Há uma base racional para o aumento de preços da Nvidia que tem a ver com receita, e a tokenização permite que os ativos digitais gerem um rendimento ou maior participação dos investidores”, disse ele. “Quanto mais o universo cripto puder abraçar a tokenização e trazer ativos do mundo real para as chains, […] melhor será a trajetória dos preços dos ativos digitais.”

Publicidade

Ahluwalia acrescentou que os criptoativos e a Nvidia não estão necessariamente em competição entre si, e as oportunidades de investimento em AI não tiram o valor da criptografia. Mas, para que a indústria se recupere, é necessário adaptar as leis relativas aos valores mobiliários.

“As oportunidades mais empolgantes na tokenização desencadeariam uma violação das leis de Valores Mobiliários”, disse ele. “Realmente desbloquear a economia de tokens, que lhe dá valor e valorização do preço, está atualizando as leis de Valores Mobiliários e gerando essa conversa direta com o Congresso e a SEC.”

Queda no preço do Bitcoin

Essa mudança positiva da Nvidia vem depois de um crash na semana passada que apagou US$ 84 bilhões em capitalização no mercado cripto. O Bitcoin caiu 6% ao longo de duas horas na sexta passada para cerca de US$ 26.250, enquanto altcoins como a Ripple (XRP) caíram 17% para US$ 0,47 durante esse período, de acordo com o CoinGecko – e esses valores não se recuperaram desde então.

A queda foi atribuída a relatos de que a SpaceX, de Elon Musk, vendeu uma quantidade não especificada de Bitcoin e depois que a Evergrande, uma das maiores incorporadoras imobiliárias da China, entrou com pedido de recuperação judicial internacional.

Ainda assim, o valor do mercado cripto se recuperou desde que caiu para US$ 826 milhões em dezembro passado, não muito depois do colapso da FTX. E no acumulado do ano, o Bitcoin cresceu mais de 50%, partindo de US$ 16.600 em janeiro.

Publicidade

Em comparação com a Nvidia, o nome com melhor desempenho no S&P 500 até agora este ano, os ganhos do Bitcoin parecem tímidos. Quando as ações da fabricante de chips atingiram a máxima histórica na quinta-feira, subiram mais de 250% em relação aos US$ 143 no início de janeiro.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

“Vandathegod” foi responsável pelo maior vazamento de dados da história do Brasil
graficos vermelhos em queda

Investidores sacam R$ 1 bilhão de projeto DeFi da Solana após renúncia de CEO

O fundador da Marginfi anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e desentendimento operacional
Imagem da matéria: Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Diferente do que aconteceu antes do halving de 2020, desta vez os mineradores aproveitaram a recente disparada do Bitcoin para vender parte de suas reservas
Smartphone mostra logotipo da Binance à frente de tela de negociação

Binance lança novo token e anuncia data para negociação com Bitcoin, BNB e stablecoins

O protocolo de dólar sintético Ethena (ENA) é o 50º projeto da Binance Launchpool