Imagem da matéria: Três Vendedores de Bitcoins Russos são Presos por Sonegar Impostos

Esse é o primeiro caso criminal na Rússia relacionado à venda de bitcoins. Três homens foram presos por gerar US$ 9 milhões em vendas de Bitcoin nos últimos anos.

Venda de Bitcoin na Rússia

Na semana passada, a polícia russa prendeu três homens por negociação ilegal de 500 milhões de rublos em bitcoin, ou cerca de US $ 9 milhões da criptomoeda. A prisão marca o primeiro caso criminal contra as vendas de bitcoin na Rússia, informou o jornal comercial Vedomosti em 1 de setembro.

Publicidade

Ao mesmo tempo que o governo russo quer mostrar que o uso de criptomoedas para a lavagem de dinheiro não será tolerado, o outro lado quer dar boas vindas para o bitcoin e sua tecnologia, tentando não ficar para trás no avanço da economia mundial.

De acordo com a assessora de imprensa do Ministério dos Assuntos Internos, Irina Volk, os três réus incorreram ilegalmente em lavar dinheiro e estão sendo acusados de “Fraude Bancária”. Seus nomes foram ocultos. As prisões foram feitas na cidade de Kostroma.

Eles vieram à tona depois que os investigadores encontraram uma quantidade incomum de atividade em contas bancárias, decorrentes de 300 cartões bancários. O dinheiro estava sendo transferido para diferentes contas de familiares, acreditam os promotores.

No passado, os tribunais russos bloquearam as exchanges de bitcoins e os sites onde as pessoas poderiam transferi-lo em rublos, mas nunca levaram ninguém a acusações criminais por fazê-lo. A Rússia certamente tem um problema com a lavagem de dinheiro e onde as autoridades acreditam que pode reprimir as atividades, eles fazem.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob bandeira da Argentina

Argentina sanciona lei que permite aumento de capital de empresas com criptomoedas

Javier Milei também nomeou um especialista em blockchain para liderar Agência Federal de Segurança Cibernética
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump cobrará R$ 5 milhões de quem quiser dividir mesa com ele em evento de Bitcoin

Uma foto com Trump também custará caro aos participantes, indo de R$ 330 mil a R$ 550 mil