Relâmpago
Shutterstock

A natureza experimental da Lightning Network, uma rede de segunda camada construída sobre o Bitcoin que permite transações mais rápidas e com taxas menores, é uma das razões pelas quais os desenvolvedores alertaram os usuários a não arriscar grandes quantias ao enviar e receber fundos.

O aviso agora parece ainda mais sensato depois que um desenvolvedor de Bitcoin decidiu testar os limites da rede nesta terça-feira (11), criando uma transação complexa de múltiplas assinaturas (multisig) que acabou levando a Lightning a perder a produção de um bloco.

Publicidade

Apesar da rede ter continuado a produzir blocos e fazer pagamentos, o bloco perdido a deixou temporariamente sem sincronização – e com alguns usuários sem acesso à plataforma.

Normalmente, os usuários do Lightning Network abrem canais usando uma configuração simples de multisig 2 de 2, em que duas assinaturas são necessárias para fazer a transação.

O que fez Burak Keceli, o fundador da Bitmatrix, foi criar uma transação de Bitcoin multisig de 998 de 999. Em outras palavras, o processo exigiu 998 assinaturas de chave privada para autenticar a transação—uma tarefa extremamente complexa e incomum por si só.

Problema de sincronização

Embora a transação, que custou ao desenvolvedor apenas US$ 4,90 em taxas, tenha sido aceita pelos produtores de blocos testnet e minerada em um bloco da mainnet do Bitcoin, isso confundiu o método usado pela rede para calcular qual era o bloco de Bitcoin mais recente.

Publicidade

Como foi explicado por Olaoluwa Osuntokun, CTO da Lightning Labs, “devido a este bug, o LND não foi capaz de analisar um novo bloco, mas foi capaz de continuar a encaminhar blocos normalmente”, com pedidos para abrir novos canais sendo rejeitados, pois o LND reconheceu que sua carteira interna não estava sincronizada com a cadeia.

Depois que muitos usuários acessaram o Github para reclamar que eles não conseguiam acessar a rede devido ao problema de sincronização, os desenvolvedores do Lightning Labs eventualmente identificaram e lançaram um hotfix, que agora está disponível conforme LND v0. 15.2.

Embora o bug tenha sido resolvido com sucesso, o caso também demonstrou que o desenvolvimento da Lightning Network ainda é um trabalho em andamento e muitas outras coisas terão de ser abordadas antes que o protocolo possa ser considerado estável o suficiente.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

O MB oferece taxas regressivas de negociação e estratégia de investimento de acordo com o seu perfil. Junte-se à maior Exchange da América Latina e negocie mais de 200 ativos digitais, como tokens, renda fixa digital e criptomoedas. Abra a sua conta gratuita!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

“Acreditamos firmemente que os ativos listados em nossa plataforma não são valores mobiliários”, diz diretor da Robinhood
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Imagem da matéria: Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Apesar de chamara cada vez mais atenção, muitas pessoas ainda não sabem o que é a tokenização de ativos e como ela funciona
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso