Imagem da matéria: Time campeão do futebol americano vai ser patrocinado por empresa de NFTs
Partida do time da NFL, New England Patriots (Foto: Shutterstock)

Chain, uma empresa de software Web3 e NFT, firmou um contrato de marketing de quatro anos com a Kraft Sports + Entertainment, uma subsidiária esportiva do Kraft Group, para servir como um “patrocinador oficial de blockchain e Web3″ para o time de futebol americano New England Patriots, várias vezes vencedor do Super Bowl, além das outras unidades do grupo: o time de futebol “normal” New England Revolution, o Gillette Stadium e a loja Patriot Place. 

A Chain e a Kraft Sports + Entertainment vão trabalhar juntas para desenvolver “experiências Web3 de última geração” para os fãs dos Patriots e do Revolution, de acordo com um comunicado para a imprensa.

Publicidade

O CEO da Chain, Deepak Thapliyal, disse ao Decrypt que “a visão para essa parceria é ser a plataforma tecnológica e o pilar de todas as verticais possíveis para a Kraft, que inclui os Patriots, o Revolution, o Gillette Stadium, etc., para garantir que eles se tornem os líderes da NFL neste espaço”. 

“Nosso plano é oferecer integrações Web3 e NFT muito exclusivas ao longo desta parceria”, disse Deepak.

Kraft Group

O Kraft Group foi fundado em 1998, e é um consórcio de empresas privadas que operam nos setores esportivo, industrial e imobiliário. (Importante não confundir com as fabricantes de alimentos Kraft Foods ou Kraft Heinz.)

O Grupo comprou a franquia New England Patriots por um valor recorde de US$ 172 milhões em 1994. Desde então, o CEO Robert Kraft ajudou a equipe a ganhar seis troféus Vince Lombardi em dez participações no Super Bowl.

Em novembro de 2021, o New England Patriots assinou um acordo de marketing com a plataforma de tokens esportivos Socios, em uma tentativa semelhante de aumentar o engajamento dos fãs por meio de experiências na Web3. Atualmente, não está claro como esse acordo entra em conflito – se é que entra – com o patrocínio da Chain.

Publicidade

Quem se interessa pelo universo NFT vai se lembrar da Chain também por fornecer a infraestrutura blockchain para o primeiro lançamento NFT da marca de jóias de luxo Tiffany & Co — o que incluiu um colar da popular coleção CryptoPunk, que custou 30 ETH.

O acordo da empresa com o Kraft Group marca agora o segundo grande negócio do ano da Chain.

Segundo Thapliyal, a Kraft Sports + Entertainment “está muito alinhada na expansão para tecnologias blockchain e Web3″. “Assim que começamos a conversar com o grupo, já dava para dizer que eles eram a empresa certa para trabalhar no objetivo de se tornarem os líderes da NFL, no que se refere às oportunidades do universo NFT.”

Thapliyal ainda revelou que “o acordo dura quatro anos com opções de renovação já previstas”, mas “não posso divulgar a parte financeira do acordo.”

* Traduzido com autorização do Decrypt.co.

Maior Exchange da América Latina, no MB você negocia tokens, DeFi, renda fixa digital, NFTs e, claro, criptomoedas. E tudo no painel de negociação mais seguro do mercado. Abra sua conta gratuita!

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Embora esteja em queda nesta sexta, o Ethereum ainda registra ganhos de mais de 21% na semana
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev