Moedas da stablecoin Tether à frente de um gráfico do mercado financeiro ascendente
Shutterstock

A stablecoin Tether viu seu token principal, USDT, crescer em quase US$ 1 bilhão após a repressão regulatória dos EUA contra uma de suas rivais, a BUSD

O valor de mercado do token começou em US$ 68,47 bilhões na terça, antes de subir para cerca de US$ 69,23 bilhões nesta quarta-feira (15), de acordo com dados da CoinMarketCap

Publicidade

Enquanto isso, a BUSD – da corretora Binance, com emissão da Paxos – sofreu um declínio quase equivalente, passando de US$ 16,14 bilhões para US$ 15,46 bilhões.

A Paxos, a empresa por trás do token, confirmou que não fará mais a emissão de novas unidades da stablecoin a partir da semana que vem, seguindo ordens do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York.

Stablecoins como a BUSD e a USDT são criptomoedas indexadas ao valor do dólar americano. Cada uma é lastreada por reservas de vários bilhões de dólares, compostas principalmente de dinheiro em espécie e de notas promissórias americanas, mas com o formato de um criptoativo.

As perdas da BUSD podem mostrar que traders que buscam liquidez com stablecoins estão optando pela boa e velha Tether, para escapar de futuras medidas regulatórias nos EUA. Ao contrário da Paxos e da Circle – emissora da segunda maior stablecoin, USDC – a Tether é de propriedade da iFinex, empresa sediada em Hong Kong. 

Publicidade

Segundo dados do DeFiLlama, os últimos ganhos da Tether aumentaram sua dominância do mercado de stablecoins para 50,77%, com o mercado todo valendo US$ 136,93 bilhões.

A USDC, no entanto, pode ainda ganhar com o declínio da BUSD a longo prazo. O CEO da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, confirmou que sua exchange terá que se desviar do uso da BUSD com a baixa liquidez da stablecoin, possivelmente abrindo espaço para que a USDC floresça novamente. 

Em setembro de 2022, a Binance começou a converter a maioria das principais stablecoins, incluindo a USDC (mas não a USDT), em BUSD quando os clientes fizessem depósitos na exchange. Isso significava que qualquer USDC enviada ao Binance era efetivamente sugado para dentro do mercado da BUSD, o que teve um impacto perceptível no valor de cada moeda. 

A Paxos também recebeu um aviso da SEC por supostamente emitir BUSD como um título não-registrado. O diretor de estratégia da Circle, Dante Disparte, disse na terça-feira que a Circle ainda não recebeu um aviso semelhante. 

Publicidade

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Já pensou em participar e interagir em uma comunidade Web 3.0? Se você quer entender mais sobre o Discord, não perca esse aulão gratuito. Clique aqui, ative o alerta e venha fazer parte dessa revolução

VOCÊ PODE GOSTAR
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Hong Kong bane Worldcoin por coleta de dados “desnecessária e excessiva”

A Worldcoin chegou a escanear o rosto e a íris de 8.302 indivíduos durante sua operação em Hong Kong, segundo autoridades
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Imagem da matéria: Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Sinal verde da SEC esta semana é apenas o primeiro passo para o lançamento do ETF de Ethereum
Imagem da matéria: Grupo que desviou R$ 10 milhões em Portugal e lavou com criptomoedas é alvo de operação da PF

Grupo que desviou R$ 10 milhões em Portugal e lavou com criptomoedas é alvo de operação da PF

Operação Redescobrimento, da Polícia Federal, desarticulou um grupo de brasileiros que aplicava golpes em Portugal e lavava com criptomoedas