Moeda de Tether (USDT) sob superfície lisa
Shutterstock

A Tether, emissora da stablecoin USDT, anunciou nesta quinta-feira (18) uma mudança em sua estrutura que visa ampliar sua missão no sentido de fornecer uma gama de soluções de infraestrutura para um mundo mais inclusivo. De acordo com um comunicado, a empresa passará a contar agora com quatro divisões de negócios bem distintas: “Data, Finance, Power, Edu” (Dados, Finanças, Energia, e Educação).

Segundo a empresa, a expansão além de sua stablecoin significa uma mudança de paradigma em sua abordagem de capacitação financeira cujo propósito é contribuir ativamente para um ecossistema financeiro e tecnológico preparado para o futuro.

Publicidade

“A Tether se estabeleceu como uma força positiva no espaço de ativos digitais. Em regiões de todo o mundo, o nome “Tether” tornou-se sinónimo de liberdade financeira”, diz a nota, acrescentando:

“Além de ser o principal fornecedor de stablecoin do setor, a Tether também trabalhou com comunidades locais em muitas regiões, bem como com governos, para ajudar a estabelecer as bases para um futuro mais sustentável que aproveite o poder da descentralização e da tecnologia de ponta”. 

A empresa explica que, enquanto a divisão de Dados da Tether estará ampliando os limites das possibilidades na era digital, a divisão de Finanças servirá como base para os produtos e serviços financeiros tradicionais de stablecoin da Tether.

Acerca da divisão de Energia, o objetivo é continuar a dar prioridade ao crescimento sustentável. Já a divisão de Educação, diz a empresa, estará focada em expandir o acesso global à educação em habilidades digitais.

Publicidade

“Revolucionamos”, diz CEO da Tether

Em resumo, o USDT será administrado pela divisão “Tether Finance”; a“Tether Power” vai administrar os investimentos da empresa na mineração de Bitcoin; “Tether Data” supervisionará os investimentos estratégicos em tecnologia, incluindo inteligência artificial; e, por fim, a “Tether Edu” abrigará diversas iniciativas educacionais.

“Revolucionamos o cenário financeiro tradicional com a primeira e mais confiável stablecoin do mundo. Agora, ousamos dar o pontapé inicial em soluções de infraestrutura inclusivas, desmantelando sistemas tradicionais em prol da justiça”, disse Paolo Ardoino, CEO da Tether. 

O USDT é o ativo na modalidade stablecoin — moeda estável pareada ao dólar— com maior valor de mercado, de US$ 108 bilhões, perdendo apenas para os mercados do Bitcoin e Ethereum, de acordo com dados no Coingecko.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda de Bitcoin no centro de dados IA

Como a Inteligência Artificial pode ajudar a detectar lavagem de dinheiro com Bitcoin

Um relatório da Elliptic mostra como o MIT-IBM AI Labs usou técnicas de deep learning com Inteligência Artificial para detectar fraudes na blockchain do Bitcoin
Imagem da matéria: Empresário "vende" Bitcoin durante discurso para formandos nos EUA e recebe onda de vaias

Empresário “vende” Bitcoin durante discurso para formandos nos EUA e recebe onda de vaias

O discurso de formatura da Ohio State University incluiu defesa do Bitcoin e cantorias que chocaram o público
Imagem da matéria: El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

A mineração de Bitcoin é feita com energia do vulcão Tecapa, usando 300 processadores voltados para essa atividade
sob notas de dólares estão moedas de bitcoin, ethereum, ao lado de celular com logo FTX

FTX apresenta proposta para devolver aos clientes 118% dos fundos perdidos

Empresa afirma que caso o plano seja aprovado pela corte, os pagamentos serão feitos em até 60 dias