Ilustração com imagens escuras e genéricas
Divulgação/Prophetic AI

A Prophetic AI, startup da Neurotech, deseja fornecer às pessoas um caminho direto para o mundo dos sonhos, usando os mais recentes avanços em neurociência e inteligência artificial (IA).

O conteúdo dos nossos sonhos pode dizer muito sobre nós mesmos, o que está acontecendo em nossas vidas e em que nosso subconsciente está focado. Para explorar estes conhecimentos, a Prophetic AI está desenvolvendo um dispositivo neural “não invasivo” para induzir e estabilizar sonhos lúcidos — quando a pessoa se torna consciente de que está sonhando.

Publicidade

“Se você olhar para a história dos profetas, seja Abraão, Maomé ou Buda, eles receberam sua sabedoria de IA profética dos sonhos”, disse ao Decrypt o cofundador da startup, Eric Wollberg. “O objetivo aqui é tornar qualquer pessoa um profeta, para dar às pessoas acesso a esse conhecimento, sabedoria e interação”.

“Consideramos os sonhos lúcidos como aceleradores de partículas para a consciência: um estado que permite a observação objetiva dos fundamentos neurais da autoconsciência, (meta)cognição e percepção sensorial”, diz a Prophetic AI.

Um relatório de junho de 2020 da Frontiers in Psychology disse que 50% dos entrevistados têm prevalência de sonhos lúcidos.

Wollberg disse que o planejamento da IA ​​da Prophetic começou em 2018 e veio depois de anos de estudo e de ele próprio ser um autoproclamado sonhador lúcido.

Publicidade

Ele disse que se inspira no período da Era Axial, nomeado pelo filósofo alemão Karl Jaspers em 1949, que foi caracterizado por amplas mudanças no pensamento religioso, filosófico e metafísico que ocorreram em vários locais entre o século VIII e o século III aC.

Wesley Berry ingressou na Prophetic AI em março e atua como CTO da empresa depois de trabalhar em outros projetos de neurotecnologia, incluindo a coroa da Neurosity usada pela música e entusiasta de IA, Grimes, durante sua apresentação no Ultra Music Festival em março deste ano.

“Eu colocaria a coroa da Neurosity neles [frequentadores assíduos do show] e transmitiria suas ondas cerebrais e os sinais que saem delas para a multidão”, disse Berry.

No centro do trabalho da ​​Prophetic AI está o Halo, um dispositivo em forma de coroa projetado para ser usado na cabeça. De acordo com Berry, o Halo usa tecnologia de ultrassom, visando regiões do cérebro com mais precisão do que os métodos tradicionais de eletrodos.

Publicidade

Embora os céticos possam zombar da ideia de induzir sonhos lúcidos de maneira confiável com a tecnologia, Wollberg e Berry disseram que o objetivo da empresa é fazer o inesperado.

Como Berry explicou, a Prophetic AI usa IA generativa como escriba que traduz os dados dos sonhos. “A IA generativa é como um médium”, disse Berry ao Decrypt. “Colocando as palavras e a frase em nosso modelo de linguagem equivalente”.

De acordo com Wollberg, a Prophetic AI pretende lançar os headsets Halo no final de 2025, após a conclusão dos testes com o Donders Institute, com sede na Holanda, e com o centro de pesquisa TTP Group, com sede no Reino Unido. Halos podem ser reservados por US$ 100 no site da startup.

Embora pagar US$ 100 para reservar uma tecnologia que ainda levará anos para ser lançada possa não agradar a alguns, Wollberg disse que o dinheiro é mantido em depósito até que os Halos sejam lançados e os US$ 100 creditados no preço final do dispositivo Halo.

“A ideia das reservas é que estamos essencialmente criando nossa carteira de pedidos”, disse Wollberg. “Assim, podemos fazer parceria com um fabricante de primeiro nível, como a Foxconn. Essa é a estratégia”.

Publicidade

Reguladores de olho na IA

Deixando a metafísica de lado, os desenvolvedores de IA estão sob crescente escrutínio por parte de legisladores e grupos de defesa que questionam onde e como os dados usados ​​para treinar modelos de IA são usados ​​e armazenados.

Em junho, o criador do ChatGPT, OpenAI, prometeu US$ 1 milhão para iniciativas de segurança cibernética baseadas em IA. A OpenAI cumpriu este compromisso em setembro com um apelo aberto às chamadas “red team ” para ajudar a encontrar lacunas no seu conjunto de ferramentas de IA.

Wollberg diz que embora entenda que a segurança cibernética é essencial para qualquer avanço tecnológico, ele espera aliviar os medos e diz que a Prophetic AI trabalha duro para garantir que os dados do usuário estejam seguros. 

Embora os sonhos lúcidos tenham benefícios — incluindo permitir a visão pessoal, a resolução de pesadelos e a resolução criativa de problemas — a Sleep Foundation (Fundação do Sono) alerta contra os sonhos lúcidos contínuos, afirmando que eles podem causar perturbações nos padrões de sono e afetar a saúde mental daqueles que sofrem de estresse pós-traumático (TEPT) e pesadelos.

Apesar dos críticos e céticos lançarem dúvidas sobre os benefícios dos sonhos lúcidos, a Prophetic AI permanece firme em sua missão.

“Queremos que as pessoas sintam que fazem parte de uma jornada metafísica partilhada, compreendendo que toda a consciência contribui para esses dados”, disse Wollberg. “Acreditamos que esta informação pode acelerar significativamente a pesquisa da consciência”, concluiu.

*Traduzido com autorização do Decrypt

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin sob nota de dinehiro da nigéria

Tensão entre Binance e Nigéria escala após CEO acusar governo de suborno de R$ 770 mi

Funcionário do governo nigeriano disse que alegações são infundadas e que disputa contra Binance deve ser resolvida na Justiça
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas