Imagem da matéria: SEC rejeita ETFs de bitcoin da First Trust Advisors e Skybridge
Foto: Shutterstock

Na quinta-feira (20), a Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (ou SEC, na sigla em inglês) rejeitou uma solicitação de um fundo de índice (ou ETF) de bitcoin (BTC) de mercado spot das gestoras First Trust Advisors e SkyBridge.

O pedido da First Trust Advisors e SkyBridge foi enviado em maio de 2021.

Publicidade

As duas empresas de investimento se uniram para tentar obter a aprovação para seu ETF, mas o órgão regulatório disse que o fundo não atendia “os requisitos que as normas de uma corretora nacional de valores mobiliários fossem ‘criadas para evitar atos fraudulentos e manipuladores e práticas’ e ‘para proteger investidores e o interesse público’”.

Anthony Scaramucci, ex-diretor de comunicações da Casa Branca, que comanda o SkyBridge Capital, havia dito ao Decrypt que ele tinha esperança de que a SEC iria aprovar um ETF de bitcoin até o fim de 2021.

“Espero que a apresentação de Gary Gensler agora à rubrica regulatória e minha compreensão de onde ele está vindo, apesar de não o conhecer pessoalmente, é que, possivelmente, possamos ter um ETF aprovado até o fim do ano”, disse ele na época, referindo-se ao novo líder da SEC.

Mas um ETF de bitcoin ainda não existe nos EUA porque a SEC está relutante em aprová-lo, citando preocupações com a possível manipulação de preço no mercado de criptomoedas.

Um ETF é um produto de investimento que permite que investidores comprem ações que representam um ativo, como o ouro. Com um ETF, investidores não lidam diretamente com o ativo.

Publicidade

Nesse caso, um ETF de bitcoin permite que pessoas invistam na criptomoeda sem ter que lidar com aspectos, como o armazenamento do ativo digital.

Porém, a opção de obter exposição ao bitcoin por meio de um ETF existe para investidores tradicionais.

Em outubro, a SEC permitiu que os primeiros ETFs de futuros de bitcoin começassem a ser negociados e esses produtos foram recebidos com muito entusiasmo por investidores.

O volume negociado para ETFs de futuros de bitcoin enfraqueceu desde então, junto com o restante do mercado cripto, conforme o preço do bitcoin, do ether e de outras principais criptomoedas caiu drasticamente.

ETFs de futuros são diferentes de ETFs de mercado spot: suas ações representam contratos que apostam no preço futuro do bitcoin, e não no ativo em si, e a negociação desses produtos derivativos é regulamentada pela Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (ou CFTC).

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
predio com logo da corretora binance

Binance desiste de registro em Portugal e pode voltar à Índia com multa de US$ 2 milhões

Em Portugal, a empresa não conseguiu dar conta de uma série de pressupostos essenciais para o licenciamento da operação a nível nacional, diz mídia local
Imagem da matéria: “Web3 vai salvar o capitalismo”, diz Yat Siu da Animoca Brands

“Web3 vai salvar o capitalismo”, diz Yat Siu da Animoca Brands

Durante o Web Summit, Yat Siu conversou com a reportagem sobre as principais mudanças do mercado cripto no último ano e as novas tendências que despertam seu interesse
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance é transferido para prisão subterrânea na Nigéria 

A Justiça transferiu Tigran Gambaryan para presídio após fuga de seu colega da Binance que também estava detido na Nigéria
Moedas de ether

Mercados de empréstimos de Ethereum enfrentam liquidações massivas em abril

O volume de empréstimos em Ethereum (ETH) liquidados apenas nas duas primeiras…