Ripple deve construir corredor de pagamentos com XRP no Brasil

O chefe de operações bancárias globais da Ripple diz que a empresa está trabalhando ativamente no desenvolvimento de corredores de pagamento com XRP em locais "exóticos". E o Brasil é o próximo.

Governo faz concurso interno para servidores com experiência em blockchain
(Foto: Shutterstock)


O Brasil está no centro da estratégia de negócios da Ripple para a América Latina, e seus esforços no país estão ganhando velocidade.

Em uma entrevista no início desta semana no canal do Toutube Future of Finance, Marjan Delatinne, chefe global de operações bancárias da Ripple, disse que a startup de São Francisco está trabalhando ativamente no desenvolvimento de um corredor de pagamentos no Brasil.

“Agora, estendemos esses serviços a mais e mais corredores, tipicamente corredores exóticos com muitos desafios, como as Filipinas e muito em breve no Brasil, então vamos dizer que há uma grande agenda e roteiro sobre isso”, disse ela ao explicar as vantagens de sua tecnologia de liquidação sob demanda (ODL).

A infra-estrutura da Ripple para o Brasil usaria sua tecnologia ODL para garantir um fluxo de caixa instantâneo de uma maneira muito mais barata que os métodos oferecidos por bancos e fintechs tradicionais.

Delantinne explicou que o foco da Ripple em criar um produto que fornece liquidez dinamicamente, em vez de usar as abordagens tradicionais, como o sistema Nostro / Vostro, poderia simplificar a vida de seus clientes e bancos, facilitando o processamento de pagamentos transfronteiriços. Afinal, é isso que o ODL deve fazer e é a tecnologia por trás do próximo corredor de pagamento que a Ripple procura estabelecer no Brasil.

“Eu acho que o modo como o banco correspondente está funcionando é precisamente baseado neste Nostro / Vostro; e isso está criando muito capital”, disse Delantinne. “Então, existe alguma maneira de obter liquidez sob demanda?”

Como você poderia esperar, Delantinne continuou explicando por que o XRP poderia fornecer essa solução. “A maneira como estamos trabalhando nisso […] está usando o XRP – que é nosso ativo criptográfico nativo – como uma ponte entre duas moedas fiduciárias. E isso está revolucionando completamente a maneira como o pré-financiamento está acontecendo hoje “.

Essa solução, no entanto, provavelmente exigiria algum planejamento logístico elaborado. E talvez isso possa explicar por que os executivos da Ripple realizaram uma reunião virtual de “portas fechadas” na semana passada com o presidente do banco central do Brasil.

O uso do XRP para um produto de pagamentos em um mercado tão grande quanto o Brasil pode ser muito benéfico para a terceira maior criptomoeda por valor de mercado. Por outro lado, o XRP não foi retirado de sua tendência de baixa após sua recente parceria com a Bitso, que aumentou o volume de transações e transações no México (superando até o Bitcoin na região por um tempo).

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co

BitcoinTrade: Negocie criptomoedas com segurança e agilidade!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. 95% dos depósitos aprovados em menos de 1 hora! Acesse: bitcointrade.com.br