Pessoas em fila com caixas de papelão nas mãos
Foto: Shutterstock

A empresa argentina de criptomoedas Ripio fez uma rodada de cortes em meio às incertezas do mercado global e enxugou 18% da folha de pagamento. A informação foi confirmada pela companhia ao Portal do Bitcoin.

As demissões ocorreram na sexta-feira (30) e diversos funcionários comentaram sobre os desligamentos no Linkedin durante esta semana. Conforme a Ripio, Brasil e Argentina foram os países mais afetados — locais nos quais as equipes eram maiores.

Publicidade

Uma ex-colaboradora brasileira, que pediu para não ser identificada, disse que a divisão no México também tinha sido bastante impactada. “Disseram que foi uma reestruturação. Ano passado ocorreu uma também mas o corte foi bem menor”, afirmou.

Segundo ela, muita gente foi pega de surpresa, pois os cortes vieram pouco depois de a Ripio promover uma grande conferência na Argentina chamada Modular, em comemoração aos 10 anos da empresa. As demissões foram feitas via Google Meets.

Outra ex-funcionária que conversou com a reportagem e também pediu que não fosse identificada fez uma estimativa de entre 60 e 70 demissões de um total global de 300 funcionários. No Brasil, o time foi de 80 para 60 profissionais.

“Algumas pessoas estão de férias e não sabem que serão demitidas”, disse.

Essa funcionária afirmou que a empresa disse que os salários do Brasil eram muito altos e que a moeda havia valorizado bastante. O foco, portanto, seria investir mais na Argentina.

Publicidade

O que diz a Ripio

Em nota, a Ripio afirmou que decidiu focar mais nas linhas de negócios corporativos, que são as que mais tracionaram no último ano e apresentam maior potencial de crescimento nesse contexto.

“Em 2022 redobramos nossos esforços nas avaliações de desempenho de cada uma das equipes da Ripio, pausamos novas contratações e alinhamos os orçamentos de todas as equipes, antecipando um ciclo macroeconômico complexo antes de qualquer outra empresa do setor com o objetivo de melhorar a eficiência e manter boas métricas financeiras”, afirmou a empresa em nota assinada pelo CEO Sebastián Serrano.

Conforme a empresa, com o corte houve uma unificação de algumas unidades, redefinição de áreas internas e cargos “em busca de uma melhor estrutura que nos permita cumprir os objetivos para o segundo semestre de 2023”.

A Ripio também afirmou que ampliou alguns pacotes de benefícios para dar maior suporte na recolocação das pessoas que não fazem mais parte da empresa.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas
Smartphone mostra logotipo da Receita Federal; ao fundo, um leão

Prazo para entrega do Imposto de Renda termina nesta sexta; veja como declarar criptomoedas

Com mudanças neste ano na declaração de criptomoedas, o contribuinte precisa ficar atento para não perder o prazo do Imposto de Renda, que vai até o dia 31
Imagem da matéria: 5 coisas para saber sobre o lançamento do token do Notcoin

5 coisas para saber sobre o lançamento do token do Notcoin

Quando o token NOT será lançado? Qual o futuro para a Notcoin? É melhor fazer stake dos tokens? Preparamos um resumo para você
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização